ONLINE
9




Partilhe esta Página

D

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


21 câmeras no combate a criminalidade em Telêmaco
21 câmeras no combate a criminalidade em Telêmaco

Monitoramento a partir de 2015 foi discutido em audiência pública

 

FONTE: PMTB (Crédito de fotos também à assessoria do vereador Maurício)

te

 14-11-2014 às 12:05:33) O Município de Telêmaco Borba receberá no próximo ano um importante reforço na área de Segurança Pública.

Durante Audiência Pública, realizada na tarde desta quinta-feira no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores, o prefeito Luiz Carlos Gibson e o secretário geral de Gabinete Altamir Ramos, explicaram sobre investimentos no setor para a Criação da Central de Monitoramento com a instalação de 21 câmeras de vídeo, colocadas em pontos estratégicos da cidade.

INVESTIMENTO - Conforme o prefeito Gibson o município, por meio do Consórcio Caminhos do Tibagi, irá investir maciçamente, perto de R$ 840 mil, nos próximos dois anos, em equipamentos de última geração que possibilitem coibir a ação de criminosos.

O custo de implantação do sistema ficará em torno de R$ 207 mil, compreendendo a instalação dos postes (de até 30m de altura), das 21 câmeras e de toda a central de monitoramento. Enquanto que o investimento mensal, para operação das máquinas, com manutenção, será de R$ 35 mil. O contrato será por 36 meses, com opção de compra pelo município.

AVALIAÇÃO - "Desde que iniciamos o nosso mandato não temos parado sequer um minuto para atender esse clamor da população no que se refere à segurança pública. Estamos fazendo nossa parte, a cidade estará coberta por essas câmeras e esperamos diminuir a criminalidade e mais a transformação da nossa companhia em batalhão de Polícia", afirma Gibson.

De acordo com o secretário Altamir, coordenador da audiência, o programa na área de segurança pública em Telêmaco Borba atenderá três estágios. O primeiro será a criação da Central de Monitoramento que funcionará anexo a 3ª Companhia Independente de Polícia Militar; a implantação da Guarda Municipal, prevista para o segundo semestre de 2014; e terceiro será o monitoramento disciplinar do trânsito.

Marcelo Souza e Cristiano Rainer, pertencentes à Intersafe, empresa de São Paulo, atua há 25 anos no mercado de tecnologia em monitoramentos de segurança.

"Serão 21 câmeras, marca Recount Vision, de tecnologia americana, ângulo de 360 graus, com 8 MGP. O sistema utiliza um software que permite gravar 24 horas por dia, ótima resolução, rico em detalhes e a transmissão das imagens utilizarão o sistema via rádio de freqüência", explica Marcelo.

O comandante da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar de Telêmaco Borba, major Dirceu Kosloski, contribuiu com evento falando sobre sua experiência de 30 anos na PM, de exemplos em outras cidades como Londrina, Paranavaí e outras cidades que utilizam as câmeras.

"É uma importante ferramenta no combate a criminalidade, favorecerá e muito o nosso trabalho, pois teremos como constatar os fatos com imagens que são provas reais dos acontecimentos, isso beneficia a justiça", exclama o major Kosloski.

fdf

EQUIPAMENTO - As 21 câmeras serão instaladas em pontos estratégicos da cidade, beneficiando o centro, os bairros e até a rodovia que liga a outros municípios da região.

Em nome dos vereadores, o presidente da Câmara, Carlos Roberto Ramos, explicou que "Estamos atentos a questão de segurança pública, e entendemos que é preciso somar esforços, Executivo e Legislativo, e assim darmos uma resposta à população que precisa de maior segurança".

Vereadores, líderes comunitários, a população em geral pode fazer perguntas sobre o funcionamento do sistema e a sua eficácia.

PARTICIPAÇÃO - Participou da Audiência o vice- presidente da Câmara, Mauricio de Castro, os vereadores Fátima Ribeiro, Célia Andrade, Rubens Benck, Everton Soares (Toto), Hamilton Machado, professor Neri Mangoni, presidentes de associação de moradores, entre outros líderes comunitários e clubes de serviço.

 

Leia Também:

Major Kosloski do 3º CIPM suscita uso do fone 181