ONLINE
14




Partilhe esta Página

A

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

S


AUGUSTO MACHADO: Líbero da AVTB falou ao Oberekand
AUGUSTO MACHADO: Líbero da AVTB falou ao Oberekand

Série de quatro entrevistas traz atletas que vão disputar a semifinal do Paranaense Sub19

s

2016-09-14 às 23:48:33) Depois de garantirem a vaga, tanto o Masculino como o Feminino, para a fase Semifinal do Campeonato Paranaense de Voleibol, da Federação, pelo Sub19, Divisão Especial, o Site Oberekando trará entrevista especial com quatro atletas que defenderão a Associação de Vôlei de Telêmaco Borba (AVTB) nesta fase decisiva, onde já se adianta, está sendo cotada para que se realize na Capital do Papel. “Estamos torcendo que isso seja possível. Marechal Cândido Rondon também está nesta disputa!”, confidenciou Aldori Gaudêncio, coordenador deste relevante projeto, que também cumpre seu aspecto social na cidade, com centenas de crianças sendo beneficiada com aulas de Vôlei.

 

AUGUSTO MACHADO: LÍBERO VINDO DE UMUARANA

Para esta série, iniciamos com o líbero do Masculino, que nasceu em Umuarama, e daqui a quinze dias, estará aceitando presentes, pois entrará na maioridade ao completar 18 anos. Augusto Machado do Nascimento foi na fase de classificação, detentor por três oportunidades do troféu Paulãozinho, que a Federação entrega ao melhor em quadra da equipe vencedora em cada partida, e todas justamente em jogos contra times da capital do Estado. Marcado por uma forma calma de conversar, isso é transformado em quadra, em garra. “Como o professor Aldori sempre fala, ‘não adianta chegar na classificatória e não ter um bom resultado’”, disse em sinônimo ao que se espera para o desafio que acontecerá em 12 e 13 de novembro.

Além de ter sido campeão da Taça Paraná no ano passado com a AVTB, ele, em seu início no Vôlei, fora terceiro no Brasileiro pelo colégio particular que o chamou em sua cidade natal, após verificarem sua ascensão quando fora apresentado à modalidade, por volta dos 13 anos, em escola pública. Por influência de uma prima, daí foi paixão à primeira vista! Ia pro ginásio de esportes às 13:30 e ficava sozinho batendo bola na parede. Às 15:00 treinava com o time feminino, logo em seguida com o masculino, e ainda ia, às 18:30, treinar na escola.

s

Um ponto que chama bastante atenção no atleta é sua compenetração na espiritualidade. Católico, vê na fé algo de suma importância: “Muitas vezes você vai se ver sozinho e Deus é o nosso refúgio. O ser humano não tem forças necessárias para se superar em muitas vezes”.

Gratidão é o que não falta a esse atleta. Fala com carinho do professor Aldori e do lado paternal do seu treinador e coordenador do projeto. Não se esquece também de Amauri, seu primeiro técnico: “Ele fez muita coisa por mim!”.

Ele convocou a todos que torçam pela AVTB e que, acima de tudo, apoiem o projeto.

Dentre tantos outros fatos tratados com Augusto e que você pode assistir na integra abaixo, eis o reflexo de um atleta exemplar quando elogiado por sua conduta como amigo, como profissional, e também no namoro (com Candra Patino – atleta do Sub16): “Como somos frutos influenciados pelo meio, porque é que nós também não podemos influenciar o meio (com nossas ações)?”.

 

SEMIFINAIS DIAS 12 E 13 DE NOVEMBRO

MASCULINO: Terminou a fase classificatória em primeiro lugar e enfrenta o Círculo Militar do Paraná. No outro confronto, Maringá pegará a AVP de Curitiba.

FEMININO: Tendo encerrada a disputa em terceiro, caberá ao Feminino de Telêmaco a luta contra Maringá pelo passaporte à finalíssima. Já, a primeira colocada, Marechal, terá a frente o Dynâmico/Curitiba.

 

Leia Também:

CONHEÇA AS VITÓRIAS DA AVTB E A PATROCINE VOCÊ TAMBÉM