ONLINE
21




Partilhe esta Página

A

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

D


Cartilha da Justiça terá inicio em setembro
Cartilha da Justiça terá inicio em setembro

Foco do projeto serão os estudantes da Rede Municipal de Ensino

FONTE: PMTB

s

2015-08-18 às 08:32:55) O juiz substituto da comarca de Telêmaco Borba Rodrigo de Lima Mosimann apresentou ao prefeito Luiz Carlos Gibson o projeto Cartilha da Justiça – Justiça se aprende na escola da 2ª Vice-presidência do Tribunal de Justiça do Paraná.

O encontro, nesta sexta-feira (14), no Gabinete do Prefeito contou com a presença do secretário de Educação Celso Augusto de Oliveira e a chefe da Divisão de Planejamento Edina Guimarães.

O objetivo do projeto, segundo o juiz substituto Rodrigo de Lima Mosimann, é promover cidadania e levar informação os alunos do 5º ano da rede municipal de ensino de Telêmaco Borba.

De acordo com ele, o projeto é desenvolvido em duas etapas. Na primeira, a professora trabalha os assuntos apresentados na Cartilha que tratam de eleições, combate a corrupção, funções do promotor, da polícia e outros. Na segunda, juízes, promotores, delegado vão até a escola para conversar com os alunos e esclarecer as dúvidas sobre os assuntos apresentados. "Esse trabalho é importante, pois as crianças terão a oportunidade de conhecer seus direitos e saber onde procurar ajuda em caso de necessidade", destacou. Todos os juízes e promotores participam do projeto.

Em Telêmaco Borba, no ano passado o projeto foi aplicado com os alunos da Escola Municipal Etelvina Arzua Costa. Esse ano outras escolas serão contempladas com o projeto. A previsão é para o mês de setembro. Uma reunião com os diretores será realizada pela equipe da Secretaria Municipal de Educação (SME) para definir as datas para início do projeto.

Para o prefeito Luiz Carlos Gibson o projeto é importante para conscientizar as crianças. "É prevenção e informação para as crianças", finalizou.

 

Leia Também:

ESTA É A MINHA OPINIÃO