ONLINE
20




Partilhe esta Página

D

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

C

S

s

d

 DRTE 

D

 MDA

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

S


Causas de Pauliki pró oncologia ajudam TB
Causas de Pauliki pró oncologia ajudam TB

O deputado é um dos apoios que Márcio têm em Curitiba

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA

 x

2018-06-05 às 19:55:44) O trabalho que vem sendo feito em Telêmaco para amenizar a dor das famílias que mais necessitam de atendimentos de oncologia, - especialidade ligadas ao câncer, é também uma das bandeiras que norteiam a atuação parlamentar do deputado estadual Márcio Pauliki.

Entre a luta para que Telêmaco comece a ter o compartilhamento do ICM da Klabin com o Projeto Puma, dentre outras ações, Pauliki é peça importante por ter seu trabalho em prol das pessoas acometidas com esta enfermidade. A unidade descentralizada do Erasto Gaertner que está sendo implantada na Capital do Papel, tem seu apoio.

 

AÇÕES EM PONTA GROSSA AUXILIAM OS CAMPOS GERAIS

s

O abaixo-assinado em prol da segunda fase do Instituto do Câncer dos Campos Gerais (ICCG) ultrapassou a meta e já conta com 25 mil assinaturas. Inicialmente, estava previsto alcançar 20 mil apoiadores. O projeto, idealizado pelo deputado estadual Marcio Pauliki, está sendo implantando no Hospital Regional Universitário dos Campos Gerais, em Ponta Grossa.

O número de assinaturas deve crescer nos próximos dias. Isso porque, em reunião recente com o deputado Pauliki, a Cúria Diocesana de Ponta Grossa e a 5ª Brigada de Cavalaria Blindada do Exército manifestaram apoio ao Instituto do Câncer e se propuseram a ajudar na coleta de assinaturas.

As reuniões com Dom Sergio Arthur Braschi e com general Alcides Valeriano de Faria Junior reforçam a iniciativa do parlamentar. “É de suma importância contar com o apoio de setores tão fundamentais para a nossa comunidade, que são o Exército e a Cúria Diocesana. Certamente nos dá ainda mais respaldo perante a sociedade para a implantação do Instituto do Câncer na região dos Campos Gerais”, ressalta o deputado. O abaixo-assinado deve atingir um número superior a 35 mil assinaturas. Pauliki pleiteia que sejam destinados mais R$ 8 milhões ao Instituto. Apesar deste montante já ter – inclusive – sido inserido no orçamento governamental, não há garantia legal de que o governo libere este valor.