ONLINE
18




Partilhe esta Página

C

DFF

d

ACITEL

s

sr

S

a

A

S

D

C

S

s

d

 DRTE 

D

 MDA

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

s


CCJ completou seis anos
CCJ completou seis anos

Comemoração foi com festa caipira

FONTE: PMTB

s

2018-07-04 às 06:38:08)  O Centro de Convivência da Juventude de Telêmaco Borba (CCJ) completou seis anos e aproveitou para comemorar a data com uma festa julina. A Festa Caipira e Aniversário dos seis anos do CCJ foi nesta terça-feira (3), no período da manhã e tarde.

A comemoração, exclusiva para os adolescentes do Centro, teve atividades recreativas, culturais, além de diversas guloseimas.

Pela manhã os adolescentes tiveram a oportunidade de brincar nas barraquinhas (argola/ bocudo/pescaria) e aproveitar as comidas típicas como bolos, doces, pinhão, pipoca, algodão doce e outros.

No período da tarde houve a abertura oficial da festa com a presença do prefeito Dr. Marcio Matos e da secretária de Assistência Social Rita Mara de Paula Araújo e demais convidados.

Na programação da tarde teve a Quadrilha Maluca do CCJ, a apresentação da música Maria Chiquinha e brincadeiras e as comidas típicas. 

 

CENTRO DE CONVIVÊNCIA DA JUVENTUDE    

O Centro de Convivência da Juventude (CCJ), inaugurado em 5 de julho de 2012, é mantido pela Prefeitura de Telêmaco Borba, sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS). Com 6 anos de existência, o CCJ atendeu mais de 1000 adolescentes com atividades socioeducativas, de esporte, música, dança, artes, recreação ritmos, lutas e da oficina de informática. Muitas atividades são realizada em parceria com o Instituto Federal do Paraná.

O CCJ caracteriza-se com um espaço de referência para a juventude, acessível e democrático que possibilite adolescentes ou jovens produzir e acessar bens culturais e artísticos; participar de atividades esportivas e tecnológicas, desenvolver e participar de ações que favoreçam a formação pessoal, profissional e política.

O público alvo do Centro é composto por adolescentes de 12 a 18 anos, definidos como adolescentes pelo Artigo 2° do Estatuto da Criança e Adolescente, ou jovens com até 24 anos, em situação de vulnerabilidade socioeconômica e risco social.

Na Instituição é assegurada a inclusão de todo e qualquer adolescente, os quais deverão realizar prévio cadastro para participação das atividades e uso das instalações.

O CCJ também trabalha com adolescentes encaminhados pelos serviços de Proteção Social Básica, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), Proteção Social Especial, Conselho Tutelar, Ministério Público e por encaminhamento de medidas protetivas.

Para atender a demanda o Centro tem uma equipe técnica e de apoio formada por uma coordenadora, uma assistente social, um psicólogo, duas auxiliares sociais, educadores, assistente administrativo, equipes de manutenção, segurança e monitoramento.