ONLINE
10




Partilhe esta Página

d

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

S

S

AWEF

S 

D


Colégio Presid. Vargas terá Feijoada Beneficente

Diretora Maria Aparecida comentou avanços e amor pela instituição

2018-05-23 às 07:21:46) O Colégio Estadual Presidente Vargas de Telêmaco Borba, além de vários projetos em andamento em sala de aula, no aspecto pedagógico, tem também novidades na área de sua estrutura física, que está em vésperas de receber reforma.

s

A professora Maria Aparecida Gomes, diretora da instituição, informou ao Oberekando que serão 500 mil reais à disposição para esta, com obras no telhado, piso, pintura, e a troca do forro, que podem começar a qualquer momento. As aulas não serão afetadas, pois o trabalho será feito em bloco. “As salas serão entregues bonitas e seguras aos alunos”, destaca, porque uma promoção de Feijoada Beneficente no dia 16 de junho tem justamente o intuito de ajudar na compra das câmeras para as salas. Os cartões, aliás, encontram-se à disposição e é solicitada à toda a comunidade, que auxilie o colégio.

Uma certa volta ao passado está se dando quanto à Presidente Vargas, ainda chamada por muitos como escola, pois era uma das mais disputadas da cidade na hora de se buscar por vagas. De cerca de 320 alunos, mesmo com o noturno e não a tanto tempo, hoje, sem o turno da noite, o colégio já conta com 400, e num momento em que naturalmente as escolas estão espalhadas por todos os lados e que a população discente não é tão grande assim, no geral.

 

CAMPANHAS

Para uma série de benefícios que a instituição tem, teve e terá, a diretora, junto com os colaboradores e alunos, faz mobilizações, e uma dessas é o Bazar Solidário, cujo próximo acontecerá no dia 08 de junho. “Para quem quiser doar itens a serem vendidos, só ligar e vamos buscar (3272 - 1717)”. É com a iniciativa de Maria Aparecida que foi já comprada a tinta, e também que serão, com a Feijoada, auxilio na compra das câmeras.

 

VISITAS DE EX-ALUNOS

s

Perguntado para ela se os ex-alunos que quiserem, podem visitar a escola, disse, feliz, que sim, e que “todos serão muito bem-vindos”. Um caso assim, dentre muitos, se deu com o aluno do primeiro ano de funcionamento da então “Unidade Polo”. Paulo Lopes, que é conceituado fotógrafo em Curitiba, nem tanto retornou à sua instituição, como surpreendentemente trouxe e mostrou à diretora, muitos de seus materiais escolares usados na época, a exemplo do caderno de OSPB (Organização Social e Política Brasileira): “Ele falou da escola com tanto carinho e lembrou de todos os professores!”.

 

LEIA TAMBÉM:

RIO 2016: PROFESSORA APARECIDA DA PRESIDENTE, É TB