ONLINE
15




Partilhe esta Página

S

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Controle ao Tabagismo atende a população
Controle ao Tabagismo atende a população

Ambulatório é auxílio a quem deseja deixar o cigarro

FONTE: PMTB

x

2017-05-26 às 08:52:55) No próximo dia 31 de maio será celebrado o Dia Mundial Sem Tabaco. A data serve como uma reflexão a respeito dos problemas ocasionados a saúde em virtude do cigarro.

O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Dados da OMS apontam que um terço da população mundial adulta é fumante.

A população de Telêmaco Borba conta com um aliado, o Ambulatório Municipal de Controle ao Tabagismo da Secretaria Municipal de Saúde que oferece todas as condições necessárias para deixar o tabaco e levar uma vida saudável.

A coordenação do ambulatório é da médica doutora Circe Lourenço Nunes. O atendimento acontece no prédio de Vigilância em Saúde (antigo SUS), na avenida Desembargador Edmundo Mercer Junior, 428 - Centro, de segunda à quinta nos horários das 8 às 11h30 e na sexta das 13 às 17 horas. Contatos pelo telefone 3904-1537.

Os interessados em participar do programa de controle ao tabagismo devem comparecer ao local e deixar seu nome e o telefone para contato que serão comunicados para o início das reuniões e do tratamento. Uma turma deverá iniciar na primeira quinzena de junho, com reuniões semanais para as orientações necessárias e acompanhamentos, consultas médicas e a medicação.

 

PREVENÇÃO PERMANENTE - A Secretaria Municipal de Saúde tem feito um trabalho constante de divulgação das ações preventivas em saúde, principalmente por meio do Projeto Brincar. O programa está sendo levado em diversos bairros da cidade e uma ampla divulgação aconteceu no dia 6 de maio, quando da realização do Programa Justiça no Bairro, ocorrido nas dependências da FATEB, e que tratou sobre o controle ao tabagismo e a prevenção de outras doenças.

INFORMAÇÕES GERAIS

O total de mortes por causa do tabaco atingiu 4,9 milhões de pessoas por ano, o que corresponde a mais de 10 mil mortes por dia. Se a tendência de expansão do consumo de cigarros for mantida, esses números aumentarão para 10 milhões de mortes anuais por volta de 2030, sendo metade delas em indivíduos em idade produtiva (entre 35 e 69 anos).

 

DOENÇAS PROVOCADAS PELO TABAGISMO

Muitos estudos evidenciam que o consumo de derivados do tabaco causa quase 50 doenças diferentes, principalmente as cardiovasculares (infarto, angina), o câncer e as doenças respiratórias obstrutivas crônicas (enfisema e bronquite).

 

ALÉM DISSO, ESSES ESTUDOS MOSTRAM QUE O TABAGISMO É RESPONSÁVEL POR:

  • 200 mil mortes por ano no Brasil (23 pessoas por hora);
  • 25% das mortes causadas por doença coronariana;
  • 45% das mortes causadas por doença coronariana na faixa abaixo dos 60 anos;
  • 45% das mortes por infarto agudo do miocárdio na faixa abaixo de 65 anos;
  • 85% das mortes causadas por bronquite e enfisema;
  • 90% dos casos de câncer no pulmão (entre os 10% restantes, 1/3 é de fumantes passivos);
  • 30% das mortes decorrentes de outros tipos de câncer tabaco-relacionados (boca, laringe, faringe, esôfago, pâncreas, rim, bexiga e colo do útero);
  • 25% das doenças vasculares (derrame cerebral, trombose).

 

O TABAGISMO AINDA PODE CAUSAR:

  • Impotência sexual no homem;
  • Complicações na gravidez;
  • Aneurismas arteriais;
  • Úlcera do aparelho digestivo;
  • Infecções respiratórias.

 

Ao parar de fumar o risco de ter essas doenças vai diminuindo gradativamente e o organismo do ex-fumante vai se restabelecendo.

 

AS ESTATÍSTICAS REVELAM QUE OS FUMANTES COMPARADOS AOS NÃO FUMANTES APRESENTAM RISCO

 

  • 10 vezes maior de adoecer de câncer de pulmão;
  • 5 vezes maior de sofrer infarto;
  • 5 vezes maior de sofrer de bronquite crônica e enfisema pulmonar;
  • 2 vezes maior de sofrer derrame cerebral.

 

SE PARAR DE FUMAR AGORA...

 

  • após 20 minutos sua pressão sanguínea e pulsação voltam ao normal;
  • após 2 horas não tem mais nicotina no seu sangue;
  • após 8 horas o nível de oxigênio no sangue se normaliza;
  • após 2 dias seu olfato já percebe melhor os cheiros e seu paladar readquire a capacidade de identificar sabores;
  • após 3 semanas a respiração fica mais fácil e a circulação melhora;
  • após 5 a 10 anos o risco de sofrer infarto será igual ao de quem nunca fumou.

 

 Fonte: INCA.

 

LEIA TAMBÉM

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM SÓCIO TORCEDOR DA AVTB E PARTICIPE DAS VITÓRIAS DO VÔLEI DE TELÊMACO