ONLINE
7




Partilhe esta Página

DFF

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Deficientes têm dificuldade de vagas em TB
Deficientes têm dificuldade de vagas em TB

Ao procurar nosso site, Paula contou sua luta atrás de emprego

er

16-01-2015 às 12:44:11) Como as empresas de nossa região estão se adequando à lei que obriga aquelas que têm a partir de 100 empregados, quanto à admissão em seus quadros de funcionários, de pessoas portadoras de deficiência?

A pauta veio à tona após o site Oberekando ser procurado por Paula Becher, de 32 anos, que tendo feito entrevistas em alguns locais, vê que na hora de se bater o martelo para a vaga, muitas barreiras são apresentadas. “Faço as entrevistas , aguardo que chamem e quando vou, ouço que a vaga já não está mais disponível”. Ela disse que já houve casos em que foi até mesmo aprovada no exame médico, e que nada de admissão.  Paula foi acometida de falta de oxigênio no cérebro quando em seu parto, ou seja: Paralisia cerebral espástica.

Casada com André Luiz do Nascimento (28), ambos estão chegando à conclusão que além do descumprimento da Lei, a discriminação pela aparência é outro fator que dificulta: “Estou acima do peso e isso tem dificultado. Trabalhei em Ponta Grossa numa grande rede onde éramos medidos pelo nosso potencial de trabalho e jamais pela aparência física!”, desabafou.  André é o “anjo da guarda” de Paula, sempre participando de sua via-cruzes atrás de emprego, mas já confessa estar decepcionado.

Outro fator que preocupa Paula foi o laudo médico recente que a liberou ao trabalho. Para ela, uma grande controvérsia, pois não existe acesso ao emprego.

Depois de dois anos que prometeu que a ia chamar para ser admitida, após ter feito todo processo de entrevistas, e que nada foi cumprido, novamente na manhã de hoje essa mesma empresa do ramo de beneficiamento de madeiras deu sinal vermelho à Paula. Desrespeito em dose dupla! Sua volta a empresa se deu depois que ontem fora chamada para conversar após serem questionados quanto a demora para isso. Na oportunidade, a empresa perguntou se Paula havia levado seu caso para a mídia.

 

Leia Também:

O preenchimento de vagas destinadas às pessoas portadoras de deficiência nas empresas privadas (art. 93 da Lei nº 8.213/91)