ONLINE
15




Partilhe esta Página

S

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Dengue: Vigilância Sanitária está alerta
Dengue: Vigilância Sanitária está alerta

Cuidados é quanto à proliferação do mosquito transmissor da Dengue, Zica e Febre Chikungunya

FONTE: PMTB

d

2018-03-02 às 00:44:56) A Vigilância Sanitária Municipal está em alerta quanto a infestação do mosquito Aedes aegypti em algumas regiões de Telêmaco Borba.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Dr. Ede Pukanski, os números de casos de dengue tem diminuído gradativamente a cada ano, porém os cuidados devem ser feitos permanentemente.

“A administração do prefeito Dr. Márcio está focada na Saúde, para tanto que no ano passado houve a chamamento de novos agentes de combate a endemias justamente para orientar a população quanto a esses cuidados que são básicos, porém essenciais para não termos uma epidemia nos próximos meses”, alertou Dr. Ede.

Para a médica veterinária, Dra. Ana Cláudia Natel, que coordena o Programa de Combate à Dengue pela Secretaria Municipal de Saúde, é fundamental que a população se mobilize e tome as providências necessárias não deixando água parada em recipientes nos quintais e no interior das casas que possam se tornar criadouros do mosquito transmissor Dengue, Zika e da febre chikungunya.

Conforme as análises preliminares de larvas coletadas pela vigilância nos últimos dias, verificou-se um aumento significativo da reprodução do mosquito em algumas áreas da cidade o que torna a situação preocupante, com risco real de epidemia na cidade.

As ondas de calor e as constantes pancadas de chuva tem se tornado ingredientes propícios para desencadear o processo de reprodução do mosquito.

O Setor de Vigilância Epidemiológica apontou um caso confirmado de dengue em Telêmaco neste ano, uma mulher adquiriu a doença em São Paulo, a situação é considerada como um caso importado.

Nos próximos dias haverá um fluxo maior de pessoas vindas de outras regiões do Brasil a trabalho o que faz com que a Secretaria Municipal de Saúde esteja preparada e tome os cuidados que se fazem necessários.

“Voltamos a frisar o nosso lema: Todos no combate, porque assim alcançaremos resultados efetivos”, completa Ana Cláudia.

A Secretaria Municipal de Saúde está organizando estratégias de combate em regiões mais críticas no município que estarão sendo divulgadas nos próximos dias.

 

FAÇA SUA PARTE NO COMBATE AO MOSQUITO TRANSMISSOR DA DENGU

Prevenir é a melhor forma de evitar a dengue, zika e chikungunya. A maior parte dos focos do mosquito está nos domicílios, assim as medidas preventivas envolvem o nosso quintal e também os dos vizinhos. É simples e rápido combater o Aedes aegypti, siga essas dicas:

-Garrafas PET e de vidro: As garrafas devem ser embaladas e descartadas corretamente na lixeira, em local coberto ou de boca para baixo.

-Lajes: Não deixe água acumular nas lajes. Mantenha-as sempre secas.

-Ralos: Tampe os ralos com telas ou mantenha-os vedados, principalmente os que estão fora de uso.

-Vasos sanitários: Deixe a tampa sempre fechada ou vede com plástico.

-Piscinas: Mantenha a piscina sempre limpa. Use cloro para tratar a água e o filtro periodicamente.

-Coletor de água da geladeira e ar-condicionado: Atrás da geladeira existe um coletor de água. Lave-o uma vez por semana, assim como as bandejas do ar-condicionado.

-Calhas: Limpe e nivele. Mantenha-as sempre sem folhas e materiais que possam impedir a passagem da água.

-Cacos de vidros nos muros: Vede com cimento ou quebre todos os cacos que possam acumular água.

-Baldes e vasos de plantas vazios: Guarde-os em local coberto, com a boca para baixo.

-Plantas que acumulam água: Evite ter bromélias e outras plantas que acumulam água, ou retire semanalmente a água das folhas.

-Suporte de garrafão de água mineral: Lave-o sempre quando fizer a troca. Mantenha vedado quando não estiver em uso.

-Falhas nos rebocos: Conserte e nivele toda imperfeição em pisos e locais que possam acumular água.

-Caixas de água, cisternas e poços: Mantenha-os fechados e vedados. Tampe com tela aqueles que não têm tampa própria.

-Tonéis e depósitos de água: Mantenha-os vedados. Os que não têm tampa devem ser escovados e cobertos com tela.

-Objetos que acumulam água: Coloque num saco plástico, feche bem e jogue corretamente no lixo.

-Vasilhas para animais: Os potes com água para animais devem ser muito bem lavados com água corrente e sabão no mínimo duas vezes por semana.

-Pratinhos de vasos de plantas: Mantenha-os limpos e coloque areia até a borda.

-Objetos d’água decorativos: Mantenha-os sempre limpos com água tratada com cloro ou encha-os com areia. Crie peixes, pois eles se alimentam das larvas do mosquito.

-Lixo, entulho e pneus velhos: Entulho e lixo devem ser descartados corretamente. Guarde os pneus em local coberto ou faça furos para não acumular água.

 

-Lixeira dentro e fora de casa: Mantenha a lixeira tampada e protegida da chuva. Feche bem o saco plástico.

-Realize semanalmente um “checlist” em sua casa, procurando água parada e eliminando possíveis criadouros.