ONLINE
12




Partilhe esta Página

ACITEL

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Descida do Cruzeiro foi festa de famílias

Carrinho de Rolimã trouxe Anderson Nica à TB

 

2017-11-12 às 17:56:14) Os amantes do carrinho de rolimã puderam hoje, desfrutar de momentos de nostalgia das brincadeiras que há mais de uma década passada, era cotidiana na vida da maioria de crianças, adolescentes e até jovens. Esta prática reuniu hoje pais, mães, filhos e filhas, além de tios e avós, durante a 1ª Descida do Cruzeiro, com este esporte.

O retirar a todos para o ambiente externo, fazendo essa geração ‘vidrada na internet” desligar-se um pouco do mundo virtual e os levando a vivenciar o convívio real, foi o que conseguiu a Secretaria de Cultura, Esporte e Recreação, pela Divisão de Esportes.

O prefeito Márcio disse ao site Oberekando que para ele foi uma surpresa a quantidade de crianças com suas famílias, presentes, e que após o sucesso do evento desta manhã, tentar fazer essa ação mais constante e a pretensão de se fazer uma pista de rolimã no parque. Também Carlos Roberto Ramos, Carlão, que é secretário de Cultura, Esporte e Recreação, falou da importância de ter Telêmaco participando no Estado e até mesmo no país, em eventos dessa natureza futuramente, ao se tornar isso, uma constância. Fabrício Nunes Flores estava bastante satisfeito com a presença do público à avenida. O chefe da Divisão de Esportes ressaltou a presença de Anderson Nica junto aos esportistas. Anderson pertence à equipe Malucos Campos Gerais e agradeceu o convite e recepção de Telêmaco à ele. “Resgatar a infância e tirar a criança do mundo virtual” foi destacado por ele, bem como unir às famílias nessa prática. Ele é de Ponta Grossa e brilha com o menor carrinho de rolimã do mundo.

O médico Marcelo Eckermann, se recordou que teve em sua infância a oportunidade de na rua brincar de carrinho de rolimã, andar de bicicleta e que hoje, infelizmente, não se tem mais isso: “A prática esportiva sempre será um ganho imenso para a saúde. Eu prefiro que meu filho fique o dia inteiro aqui andando de carrinho de rolimã, no sol, brincando e aproveitando, do que estar na frente do computador”.

CRIANÇADA: Brincadeiras reais x mundo virtual

Cabe esclarecer que pode soar contraditório um site, que necessita de acessos via internet às suas notícias, tanta insistência do retirar a criançada do mundo virtual, mas sim, justamente devido ao excesso de tanta prematuridade das crianças à tecnologia, elas deixam de viver o contato com seus amigos e num mundo real, trocando isso, à virtualidade. Por vezes muito próximos aos seus familiares e “tão distantes” ao mesmo tempo.