ONLINE
5




Partilhe esta Página

d

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


ESCOLA DE DANÇA PETITE BALLERINA E 08 DE DEZEMBRO
ESCOLA DE DANÇA PETITE BALLERINA E 08 DE DEZEMBRO

Magos da Dança em T.Borba, Oberekando conversou com Camila e Renan Castellón, e Maria Amaral

d

2017-10-11 às 22:47:24) O site Oberekando traz, especialmente em comemoração ao Dia das Crianças pelo enfoque que foi dado, também aos pequenos, meninas e meninos - na arte da Dança, uma entrevista especial com Camila Castellón, proprietária da Petite Ballerina, que ao lado dos pais, o professor Renan Castellon, e Maria Amaral, tem em sua academia um invejável currículo nesta arte à disposição de Telêmaco Borba.

Com ênfase no espetáculo “O mundo interessante de Beatriz””, uma agradabilíssima conversa com os sinônimos da dança neste município e que têm prestigiado todas as atrações acontecidas na Casa da Cultura da Capital do Papel, inclusive muitas das vezes que Renan lá está, uma respeitosa referência sempre a ele é feita.

 

PETITE BALLERINA: ALUNAS 100% BOLSISTAS

d

Camila comentou da oferta, para entre 20 e 25 alunas de sua escola, de bolsa de estudo integral, em 100%, assim justificadas: “Depois de tudo isso que a gente tem. Toda uma história que nós temos em Telêmaco -  claro temos histórias muito bonitas antes!”, citando também a estrutura da escola, com duas salas de aulas, três professores e mais duas estagiárias: “Acho que é um ganho para todo o município!”.

Ao falar dela, lembrou que praticamente nasceu no palco, visto que sua mãe, com oito meses de gravides ainda dançava. Após o nascimento, enquanto Maria dançava, sendo a Primeira Bailarina do Teatro Guaíra, lá estava a bebê Camila próximo dos pés dos pianistas, nos ensaios.

A mãe comentou: “Como ela (Camila) mesmo disse que começou desde bebezinha, isso dentro dela foi nascendo tão grande que hoje o meu orgulho realmente é infinito, porque ela se tornou uma empresária da arte, e Telêmaco tem essa oportunidade de participar dos eventos dela. De assistir e todos estarem vendo crescer o trabalho dela... crescer essa escola e novos talentos que estão vindo juntos com Camila”.   

 

COMOÇÃO AO SAIR DA ESCOLA DE DANÇA MUNICIPAL

Logo que saiu da Escola Municipal de Dança, um alvoroço tomou conta dos meios artísticos da cidade, visto a capacidade técnica da professora Maria Amaral. A saída também de Renan foi bastante comentada, por sua contribuição à Dança na cidade. Hoje eles falam sobre isso com naturalidade e sem ressentimentos, ao Oberekando, a pedido do site.

MARIA: “Estamos todos juntos neste mundo para trazer o crescimento interior das pessoas e a conscientização espiritual de cada um de que a dança e a arte são coisas que temos que expressar. Deixar as pessoas expressarem e continuar esse trabalho”. Deu sequência: “A arte acima de tudo é uma coisa divina que eu não coloco como impedimento ou como um prazer, mas sim tem que ser feito em conjunto e um trabalho que vem desde a família”, falando da importância também do incentivo dos pais, aos filhos, para que entrem numa escola de Dança, de Ballet, enfim.

RENAN nesse sentido comentou: “A forma com que a gente participa de um espetáculo, é porque a gente realmente gosta de um espetáculo. A gente nasceu praticamente num palco. Minha filha Camila nasceu num palco. E o fato de a gente às vezes dizer, ou fazer uma crítica construtiva, não implica em que a gente é contra a arte. Não! A gente ama a arte e especialmente a arte da Dança que é uma das maiores expressões para desenvolver os sentidos e a recuperação de cidadania do ser-humano”. Também comentou de sua saída, a pedido do Oberekando: “Não tenho nenhum ressentimento. Estou muito feliz, de poder inclusive poder estar trabalhando mais frequentemente com minha filha, ao qual vejo que é uma grande empresária!”. Renan reafirmou seu amor por Telêmaco Borba.

 

 PREMIAÇÕES

O Grupo de Dança Flamenca do Professor Renan foi segundo lugar no Festival de Dança de Ibiporã, onde foi selecionado para a Argentina, não sendo possível a presença por se tratar do tempo curto para se fazer a documentação em decorrência de uma presença internacional, além do mais realizado em um meio de semana. Em Curitiba, com apenas cinco grupos convidados, teve o privilégio de estar na Mostra de Arte Flamenca, em setembro.

 

QUEBRA DE TABUS

Ainda com certo tabu, mas relutando a isso e vendo o brilho nos palcos, sejam em ensaios ou apresentações, a participação dos meninos nas escolas de dança foi outro tema discutido com esse trio que é o suprassumo da história da arte da Dança em Telêmaco. Vale a pena conferir a entrevista e ficar atento à opinião desses especialistas nesse segmento.

 

DIA 08 DE DEZEMBRO, NA CASA DA CULTURA

Para os leitores do Site Oberekando, com exclusividade, Camila Castellón gentilmente adiantou o Argumento do Espetáculo, de autoria da professora Maria, dia 08 de dezembro, as 20 horas na Casa da Cultura, que você lê a seguir:

 

O MUNDO INTERESSANTE DE BEATRIZ

Beatriz tem 12 anos e vive em uma aldeia nas montanhas da Inglaterra com sua mãe Scarlet e suas duas irmãs Elizabeth e Jane. Scarlet sonha em ver as filhas trabalhando com ela, mas elas têm ideias totalmente diferentes para suas vidas. Beatriz é completamente diferente de suas irmãs: gosta de ajudar sua mãe na confeitaria, desenha animais e adora escrever contos infantis. Quando Beatriz começa a arrumar suas malas, vem uma tempestade muito forte e faz com que todos seus desenhos e histórias voem por toda parte. Tudo parece estar perdido, e neste momento tudo em volta começa a se transformar e então algo novo surge à sua frente. Ela está entrando em um mundo de magia, onde tudo pode acontecer...

Aproximadamente 130 alunos comporão a noite o espetáculo. Não perca! Ingressos em muito breve à venda.