ONLINE
11




Partilhe esta Página

s

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Escola Etelvina conhece o Poder Judiciário
Escola Etelvina conhece o Poder Judiciário

Programa Cidadania e Justiça oportunizou um júri simulado

FONTE: PMTB

dger

25-11-2014 às 11:40:26) Iniciou no dia 08 de outubro na Escola Municipal Etelvina Arzua Costa, o Programa "Cidadania e Justiça também se aprendem na escola", com alunos do 5º ano, uma parceria do Poder Judiciário representado pela juíza Dra. Bruna Greggio e Prefeitura de Telêmaco Borba, por meio da Secretaria Municipal de Educação.

O Programa surgiu da ideia do Dr. Roberto Bacellar, que pertence ao Tribunal de Justiça do Paraná, depois de uma experiência inicial, a AMB - Associação dos Magistrados Brasileiros - capitaneou o projeto e as impressões das apostilas.

O objetivo principal do trabalho é a conscientização dos professores e alunos (alcançando também seus pais e responsáveis), sobre os caminhos para exercer seus direitos e a importância de cumprir seus deveres;

Integra o programa o repasse de noções fundamentais sobre a estrutura e o funcionamento do Estado, principalmente do Poder Judiciário, do Ministério Público, da Defensoria Pública, da Polícia e outros serviços públicos essenciais a conscientização do ideal de justiça.

Foi trabalhado também o Estatuto da Criança de maneira resumida e na forma de poema com ilustrações para maior entendimento.

fert

O trabalho foi realizado em 3 etapas: 1-Estudo de uma cartilha da "Justiça";

2-Após o encerramento das atividades da cartilha os alunos receberam a visita da juíza Dra. Bruna Greggio, o juiz Dr. Marcelo Furlanetto da Fonseca e o promotor Dr. Ricardo Baldacin Salgado que fizeram uma explanação sobre o programa, logo em seguida responderam aos questionamentos dos alunos, tendo a participação dos 67 alunos do 5º ano, e também das professoras; Noeli Borges Dias, Marcia da Silva Magalhães, Vanilza Segal da Rocha Batista, a coordenadora pedagógica professora Eliana Márcia de Oliveira Souza e a diretora professora Sidinéia Gomes da Silva.

O secretário municipal de Educação, professor Celso Augusto Souza Oliveira, e a professora Luziane Iucksh acompanharam este trabalho.

3-A conclusão deste trabalho foi no dia 19 de novembro, com a visita dos alunos e professores ao Fórum, onde foi realizado um júri simulado no "Tribunal do Júri".

Os alunos representaram o papel de juízes e réus, julgando um caso fictício que faz parte do cotidiano, as infrações de trânsito, direcionados pelo promotor, Dr. Pedro Henrique Brazão Papaiz e pela Dra. Bruna Greggio.

fger

A coordenadora pedagógica Eliana Márcia de Oliveira Souza, ressalta que, "trabalhos como este esclarecem as dúvidas e conscientizam professores, alunos e os pais sobre os caminhos para exercer seus direitos e a importância de cumprir seus deveres. Cada um tem seu papel na sociedade e unidos exercem a verdadeira cidadania. A justiça também se aprende na escola, então é preciso exercitar diariamente os direitos fixados pela legislação, fazendo com que sejam reconhecidos também na vida cotidiana", finaliza Eliana.

 

Leia Também:

Devocional homenageia alunos, entre outros temas