ONLINE
13




Partilhe esta Página

DFF

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Escola Samuel Klabin desenvolve Dança do Ventre
Escola Samuel Klabin desenvolve Dança do Ventre

Alunos participam desse que é um dos vários projetos na instituição

gery

26-11-2014 às 16:47:22) O projeto Dança do Ventre, desenvolvido pelo professor e bailarino Ariel Nureen (22), incluso no Programa Mais Educação, agrega 18 crianças pela manhã e mais 25 à tarde, incluindo dois meninos, na Escola Municipal Samuel Klabin, no bairro Siqueira, em Telêmaco Borba.

fsf sere

Como Amigo da Escola, Nureen trabalha voluntariamente, o que no início era apenas com alunos, e que hoje aberto à comunidade, a cerca de um mês e já percebe a evolução das crianças. Durante as aulas, algumas séries são liberadas para assistirem, o que segundo ele, já desenvolve na criança desde cedo, o carinho pela arte.  O professor, de forma geral, trabalha danças modernas que visam o corpo. Na arte trabalhada na escola municipal, que tem como diretora, Isabel de Jesus Guimarães, ele representa a professora Josi Assis, da Escola Lima de Dança do Ventre.

er ewr

“O que me deixa mais feliz e me paga são os abraços diários e a dedicação que você vê que existe em dois ou mais alunos que se destacam. Isso não tem preço!. A direção também contribui com tudo o que se faz necessário!”, diz ele, satisfeito.

ert tert

O que se percebeu, quando o site Oberekando acompanhou a aula completa, foi uma quebra de tabu, onde o ver os alunos dançarem, entusiasmou coleguinhas da escola que assistiam, tanto meninos como meninas, que imitavam os gestos das danças árabes lá executadas.

Os alunos participantes fazem suas aulas de dança como contraturno. A intensificação dos ensaios se dá por uma apresentação que brevemente será feita na escola, e aberta à comunidade. 

 

Natal com sustentabilidade

assd

Entre os muitos projetos desenvolvidos na Escola Municipal Samuel Klabin, assim como é a Dança do Ventre, a árvore de Natal que será construída com garrafas Pet é apenas mais um deles. Isabel Guimarães informou que fora feita uma gincana entre as salas, de coleta dessa espécie de reciclado, que resultará numa bela árvore natalina. 

 

Leia Também:

ESCOLA ETELVINA CONHECE O PODER JUDICIÁRIO