ONLINE
6




Partilhe esta PŠgina

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

S

S

S  

D

 

a

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


GinŠstica de TelÍmaco ť Tricampe„!
GinŠstica de TelÍmaco ť Tricampe„!

Título foi do Festival de Estreantes

t

Aconteceu ontem, dia 20, em Curitiba, no Clube Duque de Caxias, o Festival de Estreantes da Federação Paranaense de Ginástica Artística.

As 60 atletas levadas pela professora Sandra Buttini, e que representam 80% das alunas estreantes, e divididas nas idades até seis anos, do Circuito Babe, também de 7 a 9 e de 10 a 12 anos, foram campeãs.

Na verdade, tricampeãs, pois Telêmaco marca com essa, sua terceira vitória seguida na competição, que como tem também o objetivo de exibição, os pontos são somados de cada atleta e computados à equipe. Em segundo lugar ficou Fazendinha, que representa a Prefeitura de Curitiba e em terceiro, Santa Felicidade.

Buttini tanto na ida como na volta, lembrou que pediu às suas atletas, que as crianças fizessem o melhor e estivessem tranquilas porque foi feito um tempo de quatro meses de treinamento. Ao final da competição, ela lembrou do árduo trabalho feito nos bastidores para que o resultado acontecesse. “Todas estavam muito felizes!”.

“A partir do momento que temos toda uma estrutura ofertada pela prefeitura, temos que trazer resultados! Temos a obrigação de elevar o nome de Telêmaco lá no topo, porque eles estão dando todo apoio para que isso aconteça! ”, falou ela, em agradecimento à prefeitura de Telêmaco Borba.

_______________________________________________

VICÉLIA FLORENZANO: “AQUI ESTÁ O FUTURO!”

Vicélia Ângela Florenzano, uma referência mundial na Ginástica, tendo inclusive seu nome no hall da fama do esporte, e que exercera a presidência da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), e hoje é da Federação Paranaense, era satisfação pura no Festival de Estreantes de Ginástica, no Clube Duque de Caxias.

Com toda uma vida dedicada a esse esporte, e professora de Educação Física por formação, a referência para os grandes nomes nacionais da ginástica, toda vez que fazia a entrega da premiação durante o evento, falava ao ouvido das crianças, palavras de incentivos de forma muito carinhosa.

“Uma criança ‘pequenuchinha’ beijou a medalha, e uma outra pediu uma foto para o pai, simulando uma mordida. Eles se espelham nos astros olímpicos e vendo na TV, repetem o gesto do pódio”. Florenzano lembrou emocionada.

Ela também elogiou a perseverança da professora Sandra Buttini como um lindo exemplo: “uma sementinha que foi plantada e hoje é uma grande sede de Ginástica”. Ao citar Telêmaco, ela também exaltou o crescimento da Ginástica no interior.

_________________________________

 

ATLETAS EXPRESSAM ALEGRIA POR MAIS UMA CHANCE

A atletas Natali Rentz K. Ali e Emily Mariana da Rosa, ambas com 11 anos de idade, eram como as demais amigas, só felicidade durante a viagem à Curitiba, quando participaram e brilharam no Festival de Estreantes, ajudando assim Telêmaco na somatória de pontos.

Elas têm, ao longo do tempo em que estão na Ginástica, obtidos expressivos resultados e por isso, são já referências, assim como outras colegas, que foram olhadas com atenção maior recentemente, durante a visita técnica de Caroline Molinari. “É muito bom saber que a gente vai estar competindo com outras meninas”, disse Nataly. Disciplinada, contou que nesse esporte ela já entendeu que tem que ter boas notas na escola, se controlar na alimentação com as famosas “bobagens”, além de ter visto o quanto a vida dela mudou com a Ginástica.

Ao seu lado, a amiga Emily, também mostrou muita alegria por hoje ser uma ginasta. “É muito melhor fazer ginástica que ficar sem fazer nada”, expressa da forma mais pura possível, ela que tem conseguido um grande número de pódios.

______________________________________________

 

GINÁSTICA: COMBATE A VULNERABILIDADE SOCIAL

Além de toda a graciosidade existente na Ginástica, outro ponto de suma importância que ela abrange, é a questão da vulnerabilidade social. Na verdade: que ela coíbe.

Sobretudo em Telêmaco Borba, com um grande número de alunas que estão inclusas nos projetos sociais do Centro de Ginástica Artística, seja no projeto com as escolas municipais ou do combate à obesidade infantil, essas são formas de se elevar a alto-estima das crianças e tê-las ocupadas em algo que traz, sobretudo, muita disciplina.

Vicélia Florenzano, uma referência mundial na Ginástica, tendo inclusive seu nome do hall da fama do esporte, e que exercera a presidência da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), e hoje é da Federação Paranaense, disse que na criança está o futuro. “Todas as crianças estão felizes, mas nem todas serão atletas de alto-rendimento. Você pode não ser um grande atleta, mas aprenderá a ter disciplina, na escola, seja na alimentação, ou quanto ao dormir, por exemplo”.  A vivência social, que ela disse que se chama espírito de equipe, ela sempre vai querer compartilhar. “Teremos menos crianças envolvidas com drogas, menos crianças no caminho dos bandidos que perseguem e trazem o problema de pedofilia”, entre outros malefícios.  

A professora Sandra Buttini, expressou que sua busca por trabalhar com projeto social, foi uma promessa de Faculdade, como agradecimento pela conquista da sua graduação. Sandra lembrou da emoção ao escutar de uma atleta da Escola Santos Dumont, do Triangulo algo que certamente a vai marcar: “Isso me impressionou pois a menininha olhava pela janela do ônibus e dizia ‘- Nossa, eu nunca vi prédio’”. Isso em relação a criança que fora ao Festival de Estreantes.

 

GINÁSTICA TELÊMACO: TRICAMPEÃ DO FESTIVAL DE ESTREANTES