ONLINE
8




Partilhe esta Página

ACITEL

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


INFLUENZA: Procura pelas crianças ainda é baixa
INFLUENZA: Procura pelas crianças ainda é baixa

Apenas 628 das 4975 cadastradas já foram vacinadas. Fica o alerta aos pais

FONTE: PMTB

d

2017-04-25 às 10:11:04) A Secretaria Municipal de Saúde divulgou na tarde desta segunda-feira (24) o balanço da primeira semana da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza em Telêmaco Borba.

Segundo Kátia Cristiane de Almeida Alves, chefe da Vigilância Epidemiológica, o índice de cobertura vacinal para crianças menores de cinco anos é baixo.

Os números mostram que da população de 4975 crianças que precisam ser imunizadas, apenas 628 foram, o que compreende a uma cobertura de apenas 12,62%.

O grupo de idosos, que tem o maior número de pessoas a serem vacinadas (7216), 1922 procuraram as unidades básicas de saúde e receberam a vacina, estabelecendo 26,64% de cobertura.

Para o universo de 827 gestantes, foram vacinadas 262, o que representa 31,68%.

 

As maiores coberturas de vacinação estão para os trabalhadores em saúde com 62,02%. Do total de 1419, 880 já foram devidamente vacinados. E as puérperas, 84 de 136 estão imunizadas, o que significa 61,76%.

A Campanha de Vacinação contra a Influenza em Telêmaco Borba se estende até o dia 26 de maio.

A vacina está disponível nas 16 Unidades Básicas de Saúde. São elas a do Triângulo, Jardim Bandeirantes, Área 6, Área 2, Vila Izabel, Jardim Alegre, Vila Esperança, Socomim, Alto das Oliveiras, BNH, CAIC, Cem Casas, Santa Rita, Marinha, Bela Vista e Centro.

Nos cinco grupos prioritários (criança, idoso, gestante, puérpera e trabalhador em saúde) espera-se vacinar 14.573, sendo que na primeira semana a vacinação atingiu 1.854, o que representa 12,72% do total.

A recomendação do Ministério da Saúde é que a cobertura atinja minimamente 90%.

 

GRUPO PRIORITÁRIO

O público-alvo da campanha é formado por pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

Portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, também devem se vacinar.

 

LEIA TAMBÉM

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM SÓCIO TORCEDOR DA AVTB E PARTICIPE DAS VITÓRIAS DO VÔLEI DE TELÊMACO