ONLINE
10




Partilhe esta Página

D

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Maria Fernanda: Mais uma Rarine para TB?
Maria Fernanda: Mais uma Rarine para TB?

Atleta vem sendo comparada pela ascensão, artilharia e dedicação

fgg

27-01-2015 às 21:22:45) O site Oberekando traz um Raio X da atleta que vem dando aos telêmacoborbenses uma esperança do DNA vencedor de Rarine. Um novo nome prata da casa! Nascida no dia 17 de fevereiro de 2001, ela sempre estudou na Escola Adventista. Em breve, recomeçará seus estudos estreando no nono ano. Formatura a vista!

O seu local de estudo foi justamente onde sua história começou. Sempre jogando no intervalo das aulas, mas com os meninos - “Eu era a única no meio deles!” – recorda-se quando pediu ao seu professor de Educação Física, Luiz Eduardo, para jogar no treino que esse tinha com o time masculino, fora do horário de aulas. Era uma situação diferente para ele, que não conseguiu dar a resposta sim, de imediato. Como “mãe é mãe!”, lá fora a de Maria Fernanda interceder pela filha. Porém houve uma proposta: seria dada uma única oportunidade à Fernanda. Se o professor não gostasse, podia esquecer-se da ideia. O resultado, com o tempo, é desnecessário descrever!

Ela iniciou em 2013 sua jornada pelas seleções de Telêmaco, explicou seu técnico Fabricio Nunes. Ano em que defendeu o Sub14 e Sub15. Em, 2014, estava no Sub17. “Nesse ano ela servirá em todas as categorias, inclusive deverá treinar com a equipe adulta”, adianta Fabrício.

 G

A FAMÍLIA E OS ESTUDOS

Desde sempre sua mãe a apoiou. Da mesma forma os tios e avós. Uma preocupação com o futuro da atleta é a atenção da mãe com suas notas na escola: “Se eu não vou bem, também não posso ir viajar para jogo!”. Porém ela confidencia que isso ocorreu apenas em uma vez! Companheira e dedicada, sua mãe tem ido a alguns jogos e sempre a acompanha, ou está se comunicando ao celular quanto ao cuidado após os treinos. Fernanda tem noção de que as duas coisas tem que andar juntas: estudos e sua vida esportiva.

 

AS CONQUISTAS

rf

O que vem chamando bastante atenção no caso de Maria Fernanda, são suas artilharias, e como sua forma de jogar, envolve todo time. Em 2013 ela foi campeã geral da Liga Sul-Norte, e artilheira com 36 gols. No ano seguinte, na mesma competição, o vice-campeonato, porém ela deixou sua marca sendo artilheira com 29 gols. No Festival da AMCG ela teve dois títulos também: de campeã e artilheira, com cinco gols. Na exitosa Copa Cidade de Futsal de Telêmaco Borba, um gol a separou de uma nova artilharia. Durante a entrevista abaixo, ela faz uma tocante alusão as amigas de time. Elas que inclusive, acompanharam toda a matéria!

dfg

Algo que chamou atenção do jornalista que esta matéria escreve, (Oberek), foi ter tomado conhecimento que a pessoa (Maria Fernanda) que se propôs e o fez várias vezes, a ajudar em jogos oficiais, a secar a quadra possibilitando assim que suas amigas de ofício continuassem a partida, é justamente essa razão da reportagem, e tão cheia de méritos: grande prova de humildade, que é um dos princípios do sucesso.

 

A COMPARAÇÃO COM RARINE

as sd

Um cuidado muito grande demonstrado pelo técnico, é que a atleta saiba administrar os comentários em rodas de esportistas, que já começam a chamá-la de uma nova Rarine. A maestria de Rarine, assim como a Camisa 7, estão eternizadas, por tudo que ela fez e divulgou o nome de Telêmaco como craque que é, e nos sete anos defendendo a cidade.  Para a própria Fernanda, estar sendo comparada a uma nova Rarine, é inexplicável, mas é uma grande honra! Assim ela se expressou a respeito, após dizer-se ser sua grande fã e amiga: “Obrigado Rarine. Estou me espelhando em você, e espero estar fazendo um bom trabalho assim como você fez durante todos esses anos!”, disse, com olhos ameaçando marejar. 

 

 

Leia Também:

RARINE: TELEMACO BORBA TE AGRADECE!