ONLINE
14




Partilhe esta Página

D

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


ORTIGUEIRA RETOMA ATENÇÃO AO ESPORTE
ORTIGUEIRA RETOMA ATENÇÃO AO ESPORTE


Amistoso com o Master de Londrina trouxe grandes nomes do futebol Brasileiro

SR

08-02-2015 às 13:11:47) O amistoso entre as equipes másters do Londrina e de Ortigueira terminou com o placar de 5 a 2 para os visitantes, ontem, no Estádio Jair Quarentel. Mas o numerário foi o que menos importou num momento em que se confraterniza no município, a retomada do investimento no esporte, que segundo Kako Nascimento, diretor de Esportes de Ortigueira, principalmente no futebol de campo, estava paralisado há mais de quinze anos na cidade. “Com a atual administração todo o trabalho está mais fácil”, se recordando que até mesmo conseguir bolas, no passado, se tornava difícil. Além da grande parte do secretariado e também vereadores, presentes ao evento, destaque para o secretário de Administração, Altair Campos de Sousa. A prefeita Lourdes Banach, ao juntar-se aos atletas, também destacou ao site a retomada do município no Esporte, assim como nas demais áreas de atendimento à população.

GTR

 

ESTRELAS:

Entre os grandes nomes que vieram ao município, Marinho, que foi campeão da Libertadores da América e do Mundo  pelo Flamengo em 81;  Marquinhos, que atuou no Botafogo-RJ e Grêmio Porto Alegrense;  Berg, ex-Coritiba e Londrina; Ricardinho, que jogou por Londrina, Paraná e São Paulo; Jair Borges, ex-Flamengo e Seleção Brasileira sub-20; João Neves e Edílson, campeões Paranaenses de 1992 pelo Londrina, entre outros.

Tanto Jair Borges como Berg, deram entrevistas ao Oberekando. Por problemas técnicos essas não puderam ser aproveitadas, mas fica aqui as desculpas desse jornal online a esses atenciosos profissionais, e todo carinho pela disponibilidade e humildade de ambos em nos atender, Porém, abaixo, confira um pequeno retrospecto de suas carreiras.

JAIR BORGES:

T

Nascido em Jataizinho no dia 02 de setembro de 1964. Seu início foi no Tubarão, onde quando ainda no juvenil, foi convocado para jogar pela Seleção Brasileira Sub17. Após veio o Flamengo, onde atuou como júnior em 1982. Após isso, profissionalizado, jogou no Londrina, Operário de Ponta Grossa, Clube Atlético Patrocinense, Esporte Clube Guaratinguetá-SP, e no Juventus-SP. Hoje ele brilha como coordenador do Boca Júnior, em Londrina.

Na entrevista dada ao Oberekando, perguntado sobre a humildade dos jogadores e qual seria uma foto que se congelaria em sua memória nesse sentido, lembrou de Giovane, do Vasco: no Aeroporto do Galeão, no Rio, cansado de horas de viagem e com uma medalha no peito, este atleta aos 18 anos,  enquanto que Jair com 17 e na Sub 17 da Seleção, não economizou gentileza, e veio, ele, abraçar jogador por jogador e dar todas as palavras de incentivo a esses. “Ele poderia, por sua fama, passar e falar que iria pra um hotel, descansar, mas a primeira coisa que fez questão, foi de nos cumprimentar, um a um!”.  Ter tido a alegria de ver a galera gritar “Meeeengoo!”  com o Maracanã lotado e ele em campo atuando, disse não ter tido preço!

 

BERG:

G

Berg, o Rosemberg Barbosa, zagueiro que defendeu o Coritiba no final dos anos 80 e começo dos 90, hoje mora em Londrina (PR). Um fato curioso na carreira de Berg aconteceu em jogo decisivo contra o Atlético Paranaense. Ele teve a infelicidade marcar um gol contra, quando o Coritiba vencia o jogo por 2 a 1, resultado que dava o título ao Coxa, em 1990. Berg tentou tirar de cabeça, um lance que começou com lateral cobrado por Odemilson (o mesmo que defendeu o Botafogo). Ao tocar de cabeça, a bola encobriu o goleiro Gérson.

Berg, que começou a carreira no Londrina, time da sua cidade natal, teve como companheiros no Coxa jogadores como o ponta-direita Lela e o meio-campista Marildo, ambos campeões brasileiros de 1985, o centroavante Chicão (o mesmo que foi revelado pela Ponte Preta), o meia Milton (jogou na seleção e depois foi para o futebol italiano), entre outros. Além do Coxa e do Londrina, Berg vestiu a camisa do Umuarama, também do Paraná. (FONTE: TERCEIRO TEMPO – Internet “Por Rogério Micheletti/Colaborou o cronista Jorge Júnior, do Paraná)