ONLINE
7




Partilhe esta Página

C

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

D


PREFEITA LURDINHA DESTACA ORTIGUEIRA
PREFEITA LURDINHA DESTACA ORTIGUEIRA

Ela citou o visível desenvolvimento e temas inerentes à Klabin

 d

2018-02-22 às 10:57:54) A entrevistada da quarta-feira (21), prefeita reeleita de Ortigueira, Lourdes Banach, recebeu o site Oberekando para um bate-papo em seu gabinete. Além dos muitos feitos de uma das cidades que mais cresce no interior do Paraná, o investimento recebido da empresa Klabin, com a unidade Projeto Puma, foi um dos tópicos.

 

KLABIN E DIVISÃO DO ICMS

E foi justamente este o primeiro tema abordado com ela, que afirmou que a Klabin é muito bem-vinda na cidade assim, da mesma forma, toda empresa, e que “na época da implantação, claro, a gente recebeu o ISS, e como todo dinheiro público, a gente cuida muito bem e é muito bem empregado”. Sendo assim, o desenvolvimento é explicado por ela pelo cuidado com o dinheiro público e o saber onde o empregar. O relacionamento de parceria com a companhia foi elogiado pela prefeita.

Da celeuma que está em curso quanto à divisão do ICMS, que segundo se sabe, havia um documento de que o município que fosse contemplado acordaria em fazer a divisão desta receita com os demais outros 12, Lurdinha, como assim é carinhosamente chamada por sua população, disse que ao assumir em seu primeiro mandato, já tinha conhecimento deste fato, mas ela imaginava que seria essa divisão responsabilidade do Estado: “Por surpresa nossa, o Estado falou que eles não, porque eles não teriam legalidade de fazer esse repasse, porque o dinheiro seria do município de Ortigueira”. Continua ela: “Como o Estado não tem essa legalidade, como eu tenho essa legalidade de passar esse dinheiro para os municípios?”. Ela afirma que na dúvida do como fazer um documento que dê para o município por escrito, plena certeza de que este dinheiro pode ser repassado, “até o momento a gente não vai fazer esse repasse, a não ser que venha uma ordem judicial e a gente vai estar documentado e a gente vai fazer, mas no momento, não tem como”.

 

CIDADE EM PLENO DESENVOLVIMENTO

Ao ver elogios do site, pela organização viária, de pavimentação e à cidade como um todo, ela atribuiu a equipe de trabalho: “Tudo isso porque a gente tem uma equipe competente, e eu sempre falo que a gente sozinha não faz nada”.  Informou que dentro da cidade foram feitos 20 quilômetros de asfalto. Como estava vindo a fábrica, rememorando sua primeira gestão, era necessário dar um “up”, uma cara melhor para a cidade, e o que foi feito. “Como as pessoas viriam de fora e ver uma cidade da forma que estava? Ninguém queria morar aqui! Então a gente optou por dar uma melhorada em nossa cidade, não deixando o restante do município sem fazer nada”, tendo Ortigueira uma grande área rural que é visto por ela com atenção: “É por onde tudo passa. Onde passa nosso transporte escolar, onde nossas ambulâncias transitam, aonde o nosso povo tira o sustento... a produção. Então a gente cuida bastante também de nossas estradas rurais!”.

DIVERSAS INICIATIVAS: Academias ao ar livre foram colocadas, também campos de futebol nas localidades. Na área da Saúde, assim como comenta a maioria dos prefeitos, disse que os investimentos não têm fim, seja pela grande demanda necessária, mas, por exemplo, foi fechado o ano de 2017 com investimento de 27% da arrecadação, neste setor: Índice bem acima do preconizado em Lei, que são 15%. A cidade, por exemplo, conta com 5 médicos cubanos. Na área da Educação, Lurdinha faz questão de ressaltar que não se vê o volume aplicado como gasto, mas sim investimento. Quando no primeiro mandato tinha o intuito de distribuir uniformes e isso foi possível para 2014 abrangendo toda a rede escolar municipal, “e assim a cada ano a gente vem implementando alguma coisa”. Para esse ano a novidade foi, além do habitual, também todo material escolar, junto com uma bolsa. Ofertada todos os anos, este não foi diferente e por quatro dias, a colônia de férias mais uma vez foi atração durante a folga escolar, para alegria total da criançada.

FUNCIONALISMO: Também uma relação elogiável. Ela lamentou a exoneração dos aposentados, mas entende que necessita respeitar a Lei. “Muito se fala que funcionário público não trabalha, mas os nossos aqui, tenho que falar que eles trabalham muito”.

VALORIZAÇÃO DA MULHER ENTRE O SECRETARIADO: Nestes cargos, a prefeitura, capitaneada pela chefe do Poder Executivo, tem a força feminina em destaque, com cinco delas os exercendo. “Nos locais também a gente tem um toquezinho feminino”, em relação à cor adotada, um lilás, facilmente visível nas repartições públicas e uniformes. Ela vê que as mulheres têm que ocupar ainda mais os seus lugares: “Elas estão ainda muito tímidas, não só política não! Elas têm que saber que tem potencial sim e tem seu jeito e as mulheres não podem se conformar em só ficarem em casa e serem donas de casa. Elas têm muita capacidade de serem muito mais!”.

 

APOIO POLÍTICO

RELAÇÃO COM A CÂMARA MUNICIPAL: “Graças à Deus temos uma boa relação e a gente precisa trabalhar em conjunto. Todos os projetos nossos que são mandados lá são em benefício de nossa população e eles têm dado retorno com as votações deles, e as coisas estão se andando”.

CURITIBA E BRASÍLIA: No Estado, elogiou o governador, destacando o incentivo do ICMS liberado. O deputado Plauto, que recentemente enviou duas viaturas para a polícia, uma para a Militar e outra para a Civil, essencial segundo ela, também devido à grande extensão rural a ser abrangida. Em Brasília, a representatividade é de Sandro Alex. Ela aproveitou também a oportunidade para agradecer a população que a reelegeu, e lembrou que tanto ela, sua equipe e o secretariado busca sempre dar o melhor, e “dar recurso à nossa população e sempre zelar do nosso dinheiro público. Isso é uma coisa que a gente preza muito na nossa administração!”

A atenção também com as aldeias e o diálogo com os caciques é outra demanda que a cidade tem, e a prefeita vê como, dentro do possível, bom o trabalho desenvolvido com essas comunidades. Da parceria com a CCR, que é a empresa concessionária do pedágio, além do recebimento inerente do ISS, e de programas como Parto Humanizado, programas também na Educação estão ativos.

 

Nota: Fontes da Klabin destacam que seu compromisso é o pagamento do ICMS, cumprido regularmente, e que ela não tem ingerência no partilhamento deste recurso, mas tem conhecimento e até mesmo incentivou quando do pacto entre os municípios de sua atuação, da divisão deste. Isso no entanto, não a impediu que realizasse nas cidades, iniciativas inerentes ao retorno condizente ao investimento do BNDES para a implantação da unidade Puma.