ONLINE
6




Partilhe esta Página

D

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


RARINE RECEPCIONA COMPANHEIRAS URUGUAIAS
RARINE RECEPCIONA COMPANHEIRAS URUGUAIAS

Além da prata da casa, o Oberekando traz a simpatia de Diane e Fátima

s

2017-05-31 às 22:49:43) O site Oberekando aproveitou das dependências do vestiário do Ginásio Furtadão em Telêmaco Borba para entrevistar três craques da Bobig Gavis Adtb Telêmaco Futsal, que são treinadas pelo técnico Anderson Valério, que acaba nesse fim de semana, de vencer a Affac Assis Chateubriand, pelo Campeonato Paranaense Futsal Feminino Adulto- Chave Ouro, por 7 a 2.

Diane Alvez Martinez, nascida no dia 06 de maio de 1990, e Fátima Villar, em 5 de junho de 1997, juntamente com Rarine Betim, falaram do momento em que disputam o Paranaense, e da particularidade, em que nossa telêmacoborbense acaba de vir de uma temporada na Espanha, e encontrar-se com duas craques uruguaias no time.

As duas atletas, com sua cidade natal sendo a capital Montevideo, tiveram os olhos do técnico Anderson voltados ao seus estilos de jogo, logo na Sulamericana, que aconteceu no Furtadão.

Aos 27 anos, com um rosto que acusa grande jovialidade, a simpática Diane disse que diferente que no Brasil, meninas no Uruguai começam a jogar depois de uma boa idade: O caso dela, que iniciou com 16 anos.

Fátima Villar começou a jogar futebol de campo. Das principais diferenças entre Brasil e Uruguai, ela disse que aqui no Brasil se treina muito e que existem muitas jogadas.

Por sua vez, nossa craque Rarine explicou que o frisson da torcida espanhola foi o que mais a tocou quando atuou na Península Ibérica. “A quadra lotada, o amor pelo time, e com torcida organizada e tudo!”.

O quesito saudades é um dos desafios das uruguaias. No caso de Diane, disse que assim como Rarine, jogou na Espanha, mas foi a saudades que a fez voltar. Hoje o fato de ter uma amiga do mesmo pais e também da capital Uruguaia, Montevideo em igual equipe, uma dialoga com a outra e se supera. “Assim é muito mais fácil”.  Fátima Villar explicou que tem saudades da mãe, pai e do sobrinho pequeno, “mas sempre estão mandando mensagem, me apoiando e junto com ela também (Diane), nos apoiamos e fica mais fácil”. Ela acrescentou que o time deixa isso mais fácil, “porque temos uma equipe muito unida!”.

 

TIME

d

O técnico Anderson Valério informou ao Oberekando que são dez equipes no Paranaense, com nove rodadas na primeira fase, e desses, dois jogos foram cumpridos, com 12 a 2 contra Arapongas em casa e o segundo jogo que foi contra Chateubriand, por 7 a 2. Depois dessa fase, se iniciam os jogos com eliminatórias.