ONLINE
21




Partilhe esta Página

S

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


“Saúde Mental” é tema no CCA
“Saúde Mental” é tema no CCA

Os alunos têm trabalho diversos enfoques

FONTE: PMTB

s

2017-10-18 às 06:43:28) Na semana de 02 a 06 de outubro o CCA – Centro de Convivência do Adolescente procurou explorar com os alunos sobre o tema relacionado ao Dia Mundial da Saúde Mental.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) cerca de 31% a 50% da população brasileira pode vir a apresentar pelo menos um episódio de transtorno mental durante a vida.

O dia instituído em 10 de outubro de 1992 pela Federação Mundial de Saúde Mental, instituição ligada à Organização Mundial da Saúde, que defende a saúde da mente também como um problema a ser examinado pelas lentes constitucionais do princípio da dignidade da pessoa humana.

De acordo com a coordenadora do CCA, professora Luciandréa Camargo, o objetivo é que os adolescentes pudessem perceber e identificar o que é prejudicial à saúde mental e o que fazer para manter uma qualidade de vida cognitiva e emocional, apreciando a vida de forma equilibrada.

Através da brincadeira “O mestre mandou” os adolescentes após brincarem discutiram sobre quem não cumprem as ordens são eliminados, a educadora relacionou com jogos e desafios que são prejudiciais a integridade física e psicológica, como o polêmico Jogo “Baleia azul” que podem levar ao suicídio e a automutilação, finalizando com o filme: Nerve.

Objetivando pensar sobre os benefícios da atividade física para manter uma saúde mental equilibrada, o educador proporcionou aos adolescentes uma experimentação de “Match Pilates” promovendo momentos de relaxamento, concentração, silêncio e alongamentos.

Na semana também aconteceu o Projeto Fortalecer – A família dentro do CCA onde buscou-se a interação e parceria com pais e responsáveis, que pudessem conhecer o trabalho realizado com seus filhos no Serviço.

Projeto Religiosidade adolescentes refletiram sobre mutilação x automutilação. Enquanto meninos treinaram futsal em paralelo aconteceu Clube da Luluzinha, trabalhou-se sobre personalidades que nos inspiram e seus feitos, refletindo nas palavras de George Washington: “A coragem deve se originar da alma, a pessoa tem de contribuir com a vontade de vencer, por isso reflita, você nasceu com tudo o que as grandes pessoas tinham, com seu equipamento, todos eles começaram, por isso lembre-se, a maior distância a ser vencida é entre a cabeça e o coração, encha-se de coragem e diga: Eu posso!”.

No encerramento da semana houve a palestra com a psicóloga Bruna Luana de Souza Javorski (CRAS Rio Alegre) sobre Saúde Mental e automutilação.

Antes encarcerados em manicômios, sendo submetidos a torturas físicas e psicológicas, a partir da Reforma Psiquiátrica, iniciada em 1978, essas pessoas passam a ter a direito a um verdadeiro tratamento, direito ao cuidado, e não a serem apenas excluídos da sociedade; com surgimento de uma nova rede de tratamento, como os Centros de Atenção Psicossocial - CAPS e o fim dos manicômios. Os denominados e tratados como “loucos”, passam, então, a terem seu direito de convívio em sociedade preservados, ou seja, passam a ser tratados como gente e gente humana.

“Para que esse direito seja garantido, para que o preconceito diminua, precisamos conhecer, falar sobre o assunto. Estejamos atentos”, finaliza Luciandréa.

O CCA é um serviço da Prefeitura de Telêmaco Borba administrado pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), está localizado no bairro Jardim Bandeirantes, atende atualmente 50 adolescentes entre os períodos manhã e tarde.

Mais informações 3904-1606 ou procure o CRAS do seu bairro.