ONLINE
14




Partilhe esta Página

C

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

D


TB participará da 8ª Copa AMCG de Futsal
TB participará da 8ª Copa AMCG de Futsal

Município será um dos 17 competidores

FONTE: PMTB

d

2018-02-16 às 09:30:28) Telêmaco Borba é um dos 17 municípios inscritos para participar da 8ª Copa AMCG de Futsal. A confirmação se deu pelo secretário de Cultura, Esportes e Recreação, Carlos Roberto Ramos que juntamente com o coordenador de jogos da Secretaria Municipal de Cultura e Esportes, Samuel Carneiro, participou do congresso técnico em Ponta Grossa.

Segundo a organização, serão mais de 100 jogos entre as 46 equipes inscritas, oriundas da participação de 17, dos 19 municípios associados.

A copa terá início no dia 24 de março.

Nesta edição, a competição terá duas modalidades de cada categoria, masculina e feminina. Com 16 equipes inscritas no Adulto Masculino, 12 no Sub 17 masculino, 11 no Adulto feminino e 7 no Sub 17 feminino.

 “Somente na primeira fase teremos 69 jogos”, adianta a assessora de Esportes da AMCG, Danielle Teixeira, destacando que as disputas promovidas pela Associação movimentam os municípios, principalmente os menores, que levam sua população para ajudar nas torcidas.

Os jogos dos grupos masculinos deverão acontecer sempre aos sábados, às 19h30 e às 20h30, e os femininos aos domingos, às 16 e 17 horas. Somente os municípios que não contam com quadras adequadas é que não sediarão jogos da 8ª Copa AMCG de Futsal. A quadra do município de Imbaú não está dentro das normas e a de Sengés está em reforma. Os outros 15 municípios participantes contarão com jogos em casa.

Participam da 8ª Copa AMCG de Futsal os municípios de Arapoti, Carambeí, Castro, Curiúva, Imbaú, Ipiranga, Ivaí, Jaguariaíva, Ortigueira, Piraí do Sul, Ponta Grossa, Reserva, São João do Triunfo, Sengés, Telêmaco Borba, Tibagi e Ventania.

 

QUESTÃO SOCIAL

A medida começou a vigorar nas últimas Copas de Futebol da AMCG no segundo semestre de 2017, e será adotada novamente na primeira competição de 2018. “As punições dos jogadores serão revertidas em alimentos para doação a entidades”, explica Danielle, contando que a cada 2 cartões amarelos o jogador deve doar 2 quilos de alimentos e um vermelho significará cinco quilos de alimentos. “Ao final da competição as doações seguem para entidades do município campeão de cada categoria”, adianta a assessora de Esportes.