ONLINE
15




Partilhe esta Página

A

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

S


TODO TALENTO DE LARISSA DE MELO
TODO TALENTO DE LARISSA DE MELO

Ela é de uma família de músicos, bancária, vê suas postagens repercutindo

d

2018-02-25 às 21:35:06) De uns tempos pra cá, seus vídeos arrebentando com vozerão têm sido curtidos em todas as redes sociais. Ela que foi aluna da Banda Marcial Municipal de Telêmaco por seis anos e meio como trompetista, modestamente comentou que foi autodidata na arte do violão, e que de um tempo pra cá, voltou a dedicar-se e com a ajuda de seu irmão - essa arte uniu-se a uma possante e apaixonante voz. A bancária Larissa de Melo Ramos, nascida em 23 de agosto de 1994, foi a entrevistada desta tarde, nas dependências da Casa da Cultura, em Telêmaco Borba. Agradecimentos à toda SMCER pela compreensão do uso do espaço.

 

REPERCUSSÃO DE POSTAGENS: “AINDA ESTOU MEIO ASSUSTADA!”, MAS SUPER FELIZ!

S

A história de Larissa vem se moldando a muitas outras de sucesso, que se iniciaram em coral ou grupo de igrejas cristãs. Ela participou do Ministério de Louvor por sete anos, na Igreja Batista Betel, onde congrega.  Formada em Administração de Empresas, confessa que para ela mesma foi surpresa tal repercussão dos vídeos no Instagram ou Face: “Eu estou meio assustada até, pois não imaginava que o pessoal ia gostar tanto, não é!”. Na quinta e sexta, foi atração na Tec´s, convidada por Neto. Na mesma sexta, antes do compromisso com a Tec´s, fez participação durante evento na Fateb.

 

CANTAR NO SHOW DO TALAGAÇO

Há dois anos atrás, a história começa a se moldar pra ela, entre os amigos de trabalho no Sicredi. Numa confraternização de colaboradores em Irati, num show nada mais nada menos que do Talagaço, ela conseguiu fazer três músicas e surpreender a todos! Lembra que de surpresa, viu o amigo Willian dar uma escapada: Lá estava ele com os empresários do grupo e em seguida, Larissa vencia o primeiro momento de nervosismo e ansiedade e subia ao palco. “Legal ver a maneira que ele (Willian) é parceiro, e incentiva!”.  Além disso, toda família foi determinante nesse contexto da música.

 

NO DNA: FAMÍLIA DE MÚSICOS E “TIA LEA”

S

A mãe, Lea, é soprano. “Somos evangélicos e a mãe sempre incentivou a gente a buscar a música. Música é uma coisa bonita, não é? E quando ela viu que despertou o talento, e despertou um dom em nós, a gente correu atrás, e ela sempre se dedicou junto”.

LOREN: É sua irmã, e além de violão, também toca flugelhorn.

LORENA: Também irmã, trombone de vara.

DOUGLAS: Bateria e violão.

LEA: Também tocava clarinete no grupo de Louvor da Assembleia de Deus.

Ela lembra com carinho, nas aulas na Casa da Cultura na adolescência, era Lea sua companheira sempre. As duas irmãs também lá estudaram. Nos muitos campeonatos ganhos com a Banda Marcial, não sem razão a matriarca era carinhosamente chamada de “Tia Lea”, pois como acompanhava Larissa, era de certa forma, uma mãe também aos demais integrantes de viagens.

Larissa disse que chegou a convidar o irmão para a acompanhar na Tec´s (quando Fontinelli o fez), mas ele está se preparando para isso. Ela confessa, mesmo que esbanje talento, a timidez ainda é empecilho para ele, mas que logo logo será superado.

 

GOSTO MUSICAL

Em casa, não raro, junta-se a família para cantarem louvor. Mãe, filhas e filho. Já, pra fora, cantando para o público, ela está mais com sertanejo universitário: “É um ritmo que me chama atenção!”.

 

CONTATOS PARA APRESENTAÇÕES:

FACEBOOK: LARISSA DE MELO

INSTAGRAM: lademelo_