ONLINE
6




Partilhe esta Página

d

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Vacinação é aberta sobretudo à crianças e idosos
Vacinação é aberta sobretudo à crianças e idosos

Saúde realizou no sábado (26) o Dia D da Campanha contra a Influenza, causador da gripe

 

vac

Uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde esteve em ação para o Dia D da Campanha de Vacinação contra a Influenza. Esta teve início no dia 22 de abril e se estende até o dia 9 de maio. No horário normal de atendimento, todas as Unidades Básicas de Saúde estarão funcionando, das 8 às 17 horas, em Telêmaco.

A vacina, segundo a enfermeira responsável pela Campanha, Kátia Cristiane Alves, é injetável, sendo que para as crianças receberão pela primeira vez serão necessárias duas doses, e aquelas anteriormente imunizadas apenas uma.

"Portanto nosso alerta aos pais e responsáveis, é fundamental a apresentação da carteira de vacina para saber o número de doses e registrar no documento. Diferentemente dos adultos que podem tomar a vacinação sem a carteira mostrando somente um documento", explica Kátia.

Ela complementa que não há contra-indicação, exceto se estiver muito doente, mas deve procurar a UBS para posteriormente

QUEM DEVE SER IMUNIZADO - Devem ser vacinadas as crianças entre seis meses e quatro anos, 11 meses e 29 dias, idosos com 60 anos ou mais, gestantes, puérperas (mulheres em pós-parto até 45 dias), indígenas, doentes crônicos, trabalhadores de saúde e população privada de liberdade.

A vacina é segura e protege contra os vírus mais circulantes no país (Influenzas A H1N1 e H3N2 e Influenza B), por isso todas as pessoas que se vacinaram no ano passado devem receber a dose novamente.

Pacientes que apresentam as doenças crônicas listadas pelo Ministério da Saúde e que são atendidos na rede privada ou conveniada, devem buscar a prescrição médica, junto ao seu médico assistente, devendo apresentá-la nos postos de vacinação durante a realização da campanha de vacinação de 2014.

Mantém-se, portanto, a necessidade de prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina.

A Secretaria da Saúde estima que cerca de 2,9 milhões de pessoas no Paraná sejam vacinadas até o último dia da campanha.

O nome é dado à vacina, justamente por proteger do vírus Influenza. É necessário lembrar que a vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no inverno passado que são: Influenza A (H1N1); Influenza A (H3N2) e Influenza B.

Fontes: www.aenoticias.pr.gov.br e www.telemacoborba.pr.gov.br