ONLINE
8




Partilhe esta Página

s

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


ENTREVISTA EXCLUSIVA: Gibson fala ao Oberekando
ENTREVISTA EXCLUSIVA: Gibson fala ao Oberekando

Num bate-papo descontraído, muitos temas foram elencados

d

2015-12-03 às 10:10:38) O prefeito Luiz Carlos Gibson, de Telêmaco Borba, recebeu o Site Oberekando, para uma entrevista com exclusividade, na tarde de ontem (02), quarta-feira. O conteúdo está dividido em dois blocos, cujo segundo será publicado amanhã.

Na pauta, o Nêne, nome com o qual ele é carinhosamente conhecido pelo seu grupo de amizades e familiares, fala como, devido à sua grande popularidade, divide o “ser prefeito” e o “cidadão comum” na hora das decisões, e com o equilíbrio que lhe é devido. Nascido em Curitiba, cuja mãe era de Telêmaco e o pai, da capital, ele volta para a cidade que viria a comandar como prefeito, aos dois anos de idade pela separação dos pais: “Eu e mais cinco irmãos”. Com 12 anos, já era órfão dos pais. Quando assumiu o Executivo foi que conheceu sua irmã mais velha.

Faz parte do primeiro bloco da conversa com Oberekando, especial, questões como o maior rigor das Leis nos dias de hoje, o relacionamento com os demais poderes, e com a Acitel. “Quando se tem um objetivo comum, que é o interesse coletivo, eu não vejo dificuldades, mas quando se parte para atender o interesse de poucos, aí é palco de críticas e discursos acalorados”.

Ele lembrou que enquanto o Brasil todo está em crise, Telêmaco Borba é uma cidade próspera. “Eu já paguei o 13º, e as férias estão garantidas”.  Também citou os investimentos em Saúde, e disse que adquiriu veículos de qualidade, em respeito à população. Quanto à pavimentação, grifou sua adesão ao asfalto em detrimento do calçamento com pedras irregulares.

Ele comentou da relação com a população, e também as críticas que se acham em rede social. “Agradeço, como tenho agradecido, as críticas que surgem e que são construtivas”.  A decisão de ir da periferia para o centro em termos de obras, era já, segundo Luiz Carlos Gibson, uma promessa de campanha, e se chegará ao centro. O sofrimento para se conseguir enfim, começar a pavimentação da Área 6 foi falado. “É um projeto de gestão anterior e eu nunca parei uma obra por esse motivo”. Nesse sentido ele lembrou também o portal de entrada da cidade.

O Comitê Gestor do Combate à Violência Intrafamiliar e também a retomada das obras do Residencial Atlântico são ênfases dadas pela administração. Ao final do bloco, Luiz Carlos se refere ao prêmio de Prefeito Inovador 2015 recebido em Curitiba pela Telêmaco Borba Cidade Digital, e também na questão de Combate à Violência. Este último tem Bibiana Santos com elogiável trabalho.

Amanhã a publicação da segunda parte da entrevista brinda temas como o Departamento de Obras, inclusão digital, o lidar com as críticas, a perda da esposa, vitórias no esporte, e cooperação da população para o progresso da cidade.

 

LEIA TAMBÉM:

ENCONTRO DE EX-SEMINARISTAS REMEMORA AMIGOS ESPECIAIS