ONLINE
7




Partilhe esta Página

D

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Está na Câmara Lei para nova sede dos Bombeiros
Está na Câmara Lei para nova sede dos Bombeiros

Além de falar da cessão do terreno, comandante Keyla fala dos trabalhos da corporação na região de TB

s

2016-06-14 às 21:20:33) A comandante do 2º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros de Telêmaco Borba, tenente Keyla Karas, recebeu na tarde desta terça-feira o site Oberekando onde na pauta, a construção de um novo quartel, cuja cessão de uso do terreno, é aguardada por Lei que deverá ser aprovada pela Câmara de Vereadores.

F

A nova sede que já está escolhida, é o local vago, onde cujo terreno já funciona o Cemep. As áreas já foram desmembradas. Neste, não se terá muita diferença de dimensão, em cerca de 1500 m2, em relação ao que se tem hoje, porém, de acordo com a comandante, atualmente há bastante material: algo que não se tinha quando na sua instalação na Washington Luiz em 1987. Em prédio, com dois pavimentos, o projeto conta com amplos alojamentos e área de treinamento, piscina, rampa (estacionamento das viaturas) e sala de reunião. O prazo poderá ser de quatro anos para construção, que deverá dar-se por fases, como forma de não sobrecarregar o Funrebom (Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros). “Atendemos uma área grande, em crescimento e com bastante investimento privado, e com consequente aumento de população”, informou. Está sob responsabilidade dela um circuito de nove municípios incluindo Telêmaco: também Tibagi, Imbaú, Ortigueira, Reserva, Figueira, Ventania, Curiúva e Sapopema.

 

PRIORIDADE AO SIATE E VIATURAS COM EMERGÊNCIAS

Ao ser perguntada se a população tem respeitado a prioridade de tráfego aos veículos da corporação, no dia-a-dia, Keyla preveniu de que essa mantenha a calma, mas que se posicione de uma forma a dar espaço à viatura. Em média, explicou, são seis minutos o tempo a se chegar até o local de uma ocorrência. Outro alerta feito por ela é de que, quando se está com as sirenes e luminosos acionados (giroflex), trata-se de Código 1, e de uma situação de emergência. “Por exemplo, nesses casos, os danos são à vida, e não somente ao patrimônio. É importante lembrar que principalmente no atendimento pré-hospitalar, as vezes minutos são cruciais para se salvar vidas”.

 

TROTES: NUMA OCORRÊNCIA FALSA, PODE PERECER UMA SITUAÇÃO REAL

Ainda é considerável a incidência de trotes para o 193. Eles vêm de telefones públicos, celulares, e também muitas vezes aplicados por crianças. Adultos também praticam esse crime. Cabe lembrar que trata-se de um ato irresponsável e ilegal.

 

AFOGAMENTO TEM ELEVADO REGISTRO NA REGIÃO DE TB

Justamente hoje, a equipe atendia a 16º busca por vítima de afogamento, no ano de 2016. É grande esse número na região de abrangência da comandante. Os alertas feitos por ela são de que se joguem cordas ou objeto flutuante como forma de salvamento à vítima desse tipo de acidente, mas que jamais se entre no rio para tentar salvar a pessoa. Este é um dos mais longos treinamentos que os bombeiros passam, visto a complexidade que envolve essa ação, conforme explicou Karas.

s

Ao encerrar a entrevista, e antes tido recomendações – a pedido do site - àquelas adolescentes e jovens, e até mesmo crianças que sonham um dia em ser bombeiros ou policiais, perguntada qual é o sentimento de pertencer à instituição de maior credibilidade em todo mundo, em recente pesquisa junto à população, com uma expressão de realização profissional Keyla Karas respondeu: “Não é simplesmente uma profissão, mas sim uma opção de vida. Ajudar os outros também faz com que a gente seja ajudado”.

Assista a entrevista na íntegra:

 

Leia Também:

CONHEÇA AS VITÓRIAS DA AVTB E A PATROCINE VOCÊ TAMBÉM