ONLINE
8




Partilhe esta Página

S

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

D


GEMA SEDIA 26º MUTECO NO FIM DE SEMANA (06 E 7/05)
GEMA SEDIA 26º MUTECO NO FIM DE SEMANA (06 E 7/05)

Grupo Escoteiro Monte Alegre traz depoimentos emocionantes de seus chefes

D

2017-04-30 às 14:02:40) O Grupo Escoteiro Monte Alegre de Telêmaco Borba sediará no próximo sábado e domingo, dias 06 e 07 próximos, o 26º Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Ecológica (MutEco).

 

PROGRAMAÇÃO

Às 9 horas, a abertura oficial do evento se dará em frente à Prefeitura Municipal. Os lobinhos irão fazer a divulgação do evento com distribuição de mudas de arvores nativas na extensão da Avenida Horácio Klabin, enquanto que os demais: escoteiros, sêniors e pioneiros, trabalharão em quatro praças escolhidas, para revitalização. Nesse sentido haverá o apoio da Prefeitura com material necessário e transporte.

Após o almoço eles se dirigirão à Fazenda Velha, onde haverá o acampamento e demais atividades ecológicas inerentes ao escotismo.

CONHEÇA MAIS DETALHES no final dessa entrevista.

 

GEMA: O MAIS LONGÍNQUO GRUPO EM ATIVIDADE NO PARANÁ

O mais longínquo grupo em atividades no Estado do Paraná, que neste 2017 completa seus 60 anos, recebeu o Site Oberekando para uma entrevista especial.  “Temos muito orgulho de estar ajudando na construção do grupo”, disse José Reinaldo Antunes Carneiro, diretor presidente. Reni Mocelinn Sutil, como diretor técnico do Grupo, que foi fundado em 1957, explicou que entre lobinhos, escoteiros e sênior são trabalhados entre 35 a 40 componentes, “aplicando métodos e princípios do movimento escoteiro”.

Conheça agora a função da diretoria do grupo, seus depoimentos e a estadia no GEMA (Grupo Escoteiro Monte Alegre):

PROFESSOR REINALDO disse que não participa da tropa, mas suas filhas estão há cerca de 10 anos em atividade e que de três anos para cá foi convidado para a presidência e tem exercido essa função com muita satisfação.

RENI: A sua história se iniciou no grupo quando se casou com a filha do chefe do grupo, Nivaldo Sas, que foi um dos fundadores do movimento na cidade.  Tendo o auxiliado, veio no início dos anos 90 a ter início seu trabalho com os jovens.

GLAUCI LIMA DOS SANTOS, no grupo de chefes, está no movimento há um ano e meio e é assistente de alcateia, e seu trabalho é com os Lobinhos, que são crianças de 6 anos e meio até 10 anos e meio. Ela que tem um filho lobinho, disse que realiza seu sonho de infância ao adentrar ao escotismo.

EDEGAR LUIZ ABATTI logo que chegou à Telêmaco e ficou sabendo da existência do grupo, trouxe sua filha. Isso em 2012 e que permaneceu por cinco anos. Agora está com João Alberto, que participa da entrevista e é lobinho.  

JULIANO MARTINS PEREIRA é mais um componente da chefia. Sua participação vem desde 1985, quando tinha ainda sete anos de idade. Passou de lobinho aos ramos escoteiro e sênior. Depois de casado (com Franciela), trouxe a filha e retornou às atividades no GEMA. Voltar ao movimento é devolver aos escoteiros aquilo que aprendeu.

FRANCIELA HAUAS participa faz um ano e meio, trazida pelo esposo Juliano e também pela filha yasmim. Atuando na área administrativa, disse que se doa no pouco que pode e elogiou as propostas de atuação do escotismo como “maravilhosas”.

SIDNEY PINHEIRO DA CRUZ JÚNIOR começou em Figueira no dia 30 de setembro de 1986. Após isso passou pelo Grupo de Faxinal do Céu (também no Paraná), e no Gema, está desde 2009. Ele tem o filho João Guilherme que começou como lobinho e foi para tropa escoteira. Ele, assim como outros depoimentos, também afirmou: “Uma vez escoteiro, sempre escoteiro!”.

 O pequeno JOÃO ALBERTO MATTEOLI ABATTI, é filho de Edegar, e lobinho. Falou de que sente no grupo, “bom, alegre e feliz”. Ao comentar quanto às atividades e ao ser pedido para que fizesse um convite às crianças que sonham em ser escoteiras, chamou atenção a expressão usada por ele, que demonstra toda a sutileza, e verdade de coração: “Quando a gente erra, o chefe ajuda”, ao contrário de ter se expressado de forma a que o chefe xinga, ou repreende.

 

--

 

26º MUTIRÃO NACIONAL ESCOTEIRO DE AÇÃO ECOLÓGICA (MUTECO)

(Fonte: www.redeambientalescoteira.org.br)

 

"A União dos Escoteiros do Brasil estará realizando o 26º Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Ecológica (MutEco).

Essa atividade acontece a nível nacional e, este ano realizaremos em Telêmaco Borba, nos dias 6 e 7 de maio, em conjunto com os Grupos Escoteiros do Distrito 41 (Telêmaco Borba, Ponta Grossa, Palmeira, Tibagi e Ibaiti). Participarão aproximadamente 250 jovens e suas respectivas chefias.

As atividades iniciam no sábado, dia 6 de maio na área central da cidade, com ações ecológicas e divulgação do movimento escoteiro. No período da tarde iremos até a Fazenda Velha, onde acamparemos e seguimos as nossas atividades, encerrando no domingo à tarde."

 

TEMA: ESCOTISMO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

A expressão “desenvolvimento sustentável” é, geralmente, definida como o desenvolvimento que atende às necessidades das gerações presentes sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprirem suas próprias necessidades. Mas, para isso precisamos formar uma juventude capaz de suprir suas próprias necessidades, sem comprometer as gerações que vão sucedê-las, e assim por diante, indefinidamente. Ou seja, que ajam sustentavelmente.

Mas, afinal, o que é sustentabilidade?

Estamos acostumados a pensar em sustentabilidade apenas do ponto de vista ambiental, ou seja, das relações que temos com o meio que nos circunda e nos dá sustentação biológica de subsistência. Mas não é possível termos um meio ambiente equilibrado se os próprios seres humanos não estão equilibrados em suas relações. Um ecossistema de baixa biodiversidade favorece o surgimento de espécies dominantes que tendem a destruir ou escravizar as demais, como formigas e cupins num pasto, por exemplo.

Agora compare essa situação com lugares onde não há emprego, saúde e nem mesmo água ou comida para todos. A tendência é instabilidade social e conflitos. Isto é uma realidade em vários países do 3º Mundo, provocando vários problemas geopolíticos, tais como o deslocamento de refugiados, que podem gerar conflitos em larga escala. Então, trabalhar para que todos tenham condições dignas de sobrevivência e por um desenvolvimento econômico sustentável é trabalhar pela paz e, consequentemente, pela sustentabilidade da humanidade como espécie.

Por isso a ONU tem trabalhado em várias frentes sociais como o combate à fome, a igualdade de gênero e a educação, como nos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável.

Por isso realizaremos nossa maior ação conjunta pelo meio ambiente: o XXVI Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Ecológica.

Nos dias 6 e 7 de maio de 2017 centenas de jovens, de toda região, estarão trabalhando por um mundo melhor e pela sobrevivência do nosso planeta, desenvolvendo atividades sugeridas pela Rede Ambiental Escoteira*.

 

Junte-se a nós!

Escoteiros do Brasil (www.redeambientalescoteira.org.br).

 

LEIA TAMBÉM:

ESCOTEIROS DE TBORBA RECEPCIONAM CURT HERING DE SC