ONLINE
22




Partilhe esta Página

A

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

S


Projeto “Eu Cuido” é desenvolvido no São Silvestre
Projeto “Eu Cuido” é desenvolvido no São Silvestre

Encontro reuniu moradores e autoridades municipais de segurança

FONTE: PMTB

fr

2015-11-04 às 08:49:47) O projeto de Enfrentamento a Violência "Eu Cuido!", deu mais um importante passo em Telêmaco Borba. As famílias da Escola Municipal São Silvestre foram convidadas a um encontro com as autoridades na área de segurança do município.

A reunião aconteceu na última quinta-feira, 29 de outubro nas dependências da instituição de ensino.

Participaram policiais militares, civis, Ministério Público, Poder Judiciário e o Poder Executivo Municipal que promove o projeto.

"Foi um espaço único de aproximação. As pessoas que estavam ali puderam conversar pessoalmente com estas autoridades, conhecer cada um deles, dirimir dúvidas", explica Bibiana Santos, assistente social e coordenadora dos trabalhos da Comissão Intersetorial de Enfrentamento a Violência Intrafamiliar em Telêmaco Borba.

Estão programados mais encontros como este, garante Bibiana, e a população pode aproveitar a oportunidade para dialogar com estes profissionais para se promover mais segurança.

 

PROPOSTA DO PROJETO EU CUIDO

O projeto "Eu Cuido!" tem a intenção envolver a comunidade para ações que contribuam para o cuidado do bairro em geral, mas principalmente para a sua rua e seus vizinhos mais próximos.

O projeto visa integrar ações, sensibilizar entidades e desenvolver atividades voltadas para o esclarecimento e orientação da comunidade para questões de segurança, saúde, cultura, educação e outros. A atuação da Comissão Intersetorial de Enfrentamento a Violência de Telêmaco Borba é referência para 18 municípios.

A intenção é que o projeto "Eu Cuido!" atinja todos os bairros do município com uma ação que envolva o poder público e a comunidade, alertando para os problemas da violência e com isso reduzir os índices de casos envolvendo crianças e adolescentes.

 

Leia Também:

AVTB: Equipes, mesmo que novas, já são 4º no Paraná. Tanto Masculina como Feminina