ONLINE
4




Partilhe esta Página

A

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

D


Queda de receita força exonerações na Prefeitura
Queda de receita força exonerações na Prefeitura

A previsão é que até o final de dezembro restante dos cargos em comissão sejam exonerados

Fonte: PMTB

 df

2016-11-09 às 08:35:44) As recorrentes quedas de receitas de repasses importantes para a Prefeitura, como o ICMS e o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) forçarão o Poder Executivo a tomar medidas drásticas, entre elas a exoneração de funcionários comissionados.

De acordo com o secretário municipal de Finanças, Benedito Alves Júnior, a receita do município caiu cerca de 20% nos últimos meses. "Nossas despesas estão ajustadas, porém a receita caiu, o que forçará a tomar essas medidas", justificou.

A queda de receitas afeta diretamente o índice da folha de pagamento, aumentando sua porcentagem que deve passar de 51,3% do orçamento. "Quando não mantemos os índices o município pode sofrer punições, por isso sempre mantemos as contas em dia", destacou o secretário.

Segundo o secretário, as medidas devem começar ainda em novembro, para que o índice de despesas com funcionários seja adequado no próximo mês. "Nossa intenção era deixar uma equipe completa para que o próximo prefeito escolhesse como iria proceder com os comissionados, mas devido à queda de receitas teremos que fazer as exonerações", explicou Benedito, acrescentando que outras medidas foram tomadas como cortes nas horas extras, nas funções gratificadas, nos serviços de terceiros, entre outros.

 

DIMINUIÇÃO

Desde que assumiu, o prefeito Luiz Carlos Gibson manteve um governo austero. Em 2013 eram cerca de 350 cargos comissionados. Já no primeiro ano foram cortados cerca de 150 cargos em comissão.

Até o começo de outubro a Prefeitura tinha cerca de 180 cargos em comissão, sendo que 30 já foram exonerados. A previsão é que até o final de dezembro restante dos cargos em comissão sejam exonerados.

Porém mesmo com a queda de receitas, o próximo prefeito terá um governo ajustado e com recursos. "Nós estamos entregando a prefeitura com um caixa com o dobro de recursos que pegamos no início de 2013", finalizou Benedito.

 

Leia Também:

CONHEÇA AS VITÓRIAS DA AVTB E A PATROCINE VOCÊ TAMBÉM